terça-feira, 26 de novembro de 2013

Música do dia

Não é a original mas serve pra lembrar que hoje é dia de Blues no Botequim Avenida. Simbora!!!

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Como perder seu bom humor antes das 7 da manhã.

A pessoa acorda às 04:30am, na boa, sem mau humor, pra dar uma arrumada na casa, tomar café, se arrumar e chegar no trabalho por volta das 07/07:30am. Tranquilo... na boa... foi dormir cedo pra isso mesmo.

Acaba de se arrumar, vai pro ponto, pega o bus e chega na estação de metrô às 06:30am. Começa o martírio. Chega o primeiro trem... completamente lotado. Ok. Tá tranquilo... espero o próximo, que chega cerca de 3 minutos depois... completamente lotado também. Tá... tudo bem... vamos esperar o próximo... que chega mais lotado ainda, desafiando todas as leis da física, da gravidade, dos direitos humanos...

E assim me sentei na estação, esperando um trem em que fosse fisicamente possível entrar... Até as 07 da manhã já tinham passado uns 9 ou 10 trens (a média é de 3 a 4 trens a cada 10 minutos... tive tempo para contar), todos humanamente impossíveis de serem penetrados. Eram 07 de manhã, eu já tinha perdido a paciência, o humor, que estava neutro, se tornou mau e você começa a focar em tudo o que não presta na cidade.

Tudo não porque é muita coisa... seria mais fácil contar as coisas que prestam e/ou funcionam. Só sei que as 08 da manhã, já puto da vida, decidi que entraria no próximo trem, fazendo aquela linha "This is Sparta"! E foi o que fiz... e o que piorou meu humor imensuravelmente. São cinco estações desde a minha até a final. Logo na primeira estação depois da minha fui "expelido" (não há termo mais correto) do trem... e foi uma luta conseguir entrar nele de volta.

De volta ao trem, comecei a entender porque as pessoas espancam pessoas no metrô do Recife. É a famosa luta pela sobrevivência. No horário de pico, qualquer trem do metrô se assemelha às câmaras de gás usadas pelos nazistas. Não é que os refrigeradores de ar estejam quebrados (em muitas vezes, realmente estão quebrados). Eles, simplesmente, não dão conta e o ar dentro dos vagões fica escasso... pra não falar do calor.

Chego a conclusão de que o metrô não serve pra quem tem que chegar no trabalho antes das 08h. Ele só começa a respeitar a Convenção de Genebra depois das 9 da manhã. Nem vou falar como ele é às 17h...

Finalmente chego na estação final, irritado como todas as outras pessoas que viajam no metrô no horário de pico e decidi que não pegaria outra câmara de gás, que são os ônibus também lotados já no terminal. Decidi ir andando até meu destino. Afinal, o tempo que perco sendo esmagado dentro de um ônibus, é o mesmo que ir caminhando: meia hora.

Fui caminhando pelas ruas quebradas, esburacadas, desniveladas, sujas e fétidas do centro do Recife. Como disse outras vezes, é impossível não usar o jargão "imagina na copa". E ainda tem gente que não entende por que há tantas pessoas mal humoradas logo cedo de manhã. Não é só pelo fato de acordar cedo... acordar cedo só deixa de mau humor que foi dormir tarde. É pela total falta de estrutura e péssimos serviços oferecidos à população.

Deus sabia o que fazia quando criou o brasileiro com essa passividade imbecilizante. Passividade que faz dos brasileiros um dos povos mais idiotas do planeta. Se não fosse assim, a selvageria nas ruas seria ainda maior...

Uma boa semana a todos :)

Música do dia

E a semana começa assim...

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Abobrinhas

Eu deixei o Junkie abandonado por alguns dias... Pra me evitar mais pressão do que o dia-a-dia já me oferece grátis. Não que eu tenha alguma obrigação com o blog. Como já deixei claro, ele não tem uma periodicidade definida. Mas até cansado de escolher uma música do dia eu estava.

A velha pausa estratégica pra não forçar textos e aproveitar pra rever algumas ideias, conceitos, planos... Uma tentativa de fazer o Junkie fluir já que ultimamente isso aqui tava mais pra reclamações óbvias (apesar de, muitas vezes, parecer que só eu constato o ululante...) do que para o que me propus quando o iniciei...

E apesar de não dever explicações, cá estou me explicando. É... há muito o que se rever. Mas a essência continua a mesma. 

Música do dia

Pra começar a semana pianinho...