quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Tá difícil...

Gente... principalmente os que tem filhos: bora se preocupar mais com a educação. Sei que o nível da educação anda em baixa, mas você pode cuidar da educação doméstica. Da sua educação, da educação dos seus filhos e, até, das pessoas que você quer bem. Assim a gente pode ter um lugar melhor pra se viver... Ta difícil hoje em dia, viu?

Se você não cuidar da educação dos mais novos, pode ter certeza de que vai aumentar o número de MC’s, funkeiros, Pregadores de ônibus e metrô, estúpidos em geral e eu, honestamente, não crio uma filha pra que ela tenha que conviver com a escória. Creio que ninguém cria um filho pra isso, né?

Não sou preconceituoso mas começo a criar preconceitos. Não de cor, raça, credo, orientação sexual, etc. E antes que alguém me venha com aquele lenga-lenga idiota dos menos favorecidos, coitadinhos, que não tiveram oportunidade de ir a escola, gostaria de lembrar que educação não está, necessariamente, atrelada a cultura. Uma pessoa que nunca foi a escola pode ser educada, cordial e respeitosa com as demais.

Daqui a pouco, ser preconceituoso será um sinal de educação... 

Música do dia

Hoje é quarta... dia de Blues no Bazza, babies...


quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Música do dia


A música do dia de hoje tem um motivo triste de ser... Uma homenagem póstuma a Morris Holt, mais conhecido como Magic Slim. Eles estava internado desde o início do mês para tratamento de vários problemas, vindo a falecer ontem a noite.

Ele tocava piano, mas foi forçado a desistir do instrumento quando ele perdeu o dedo mínimo em um acidente  com um descaroçador de algodão. Daí veio a guitarra...




Tive o prazer de assistir a dois shows dele... era uma figura.





A Jam lá em cima vai ficando cada vez melhor... RIP Magic Slim.


quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Fiquem a vontade...

Bicho... foi muito "auê" em cima da blogueira cubana, viu? Nunca li nada do que ela escreveu mas sei que ela critica o regime castrista em Cuba. Logo, conseguiu a antipatia de todos os hippies velhos do PT e da "esquerda" TFP (antagônico não?) brasileira.

Há, também, quem defenda suas idéias e críticas a Ilha Guevariana. O fato, pelo que entendi, é que ela é financiada por "instituições capitalistas" e seria uma "agente da CIA que usa o blog para desestabilizar o regime castrista" e isso enraivece a todos aqueles que defendem cada pêlo da barba de Fidel, que ainda acham que Guevara foi um santo, enfim, que acham que Cuba é a Xangrilá; a cura para os males do capitalismo demoníaco que tomou o mundo

Não vou me meter na questão. Apenas queria deixar claro que se QUALQUER instituição, seja capitalista, marxista, sionista, hinduista, ametista, o escambau quiser me bancar pra falar mal ou bem de algum país, estado, cidade e/ou pessoa, "tamos" aí. Tenho frescura não e, assim como Yoani, tô cagando e andando para o que pensam de mim, viu?

Ela que tá certa, que vai continuar recebendo dinheiro, viajando pra escrever seu blog enquanto eu, que também critico as coisas, não ganho um centavo por isso e não consigo nem ir a Olinda... Saco!!!

Música do dia

Hoje é dia de blues no Bazza, babies...

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

E o salário, ó...!


Semana passada eu tava lendo uma matéria que enfocava alunos evangélicos que se negaram a fazer um trabalho sobre a cultura afro-brasileira alegando “princípios religiosos” pois, pra eles, o trabalho fazia apologia ao satanismo e ao homossexualismo. Bizarro né? Mas real... os alunos foram orientados pelos pais e pastores de suas igrejas.

Pra não dizer que não fizeram nada, resolveram arrumar um tema pra fazer um trabalho: um trabalho sobre as missões evangélicas na África.

Não vou enfocar o lado racista e preconceituoso da questão. Mas história é história. Ela não muda por causa da minha, da sua ou da religião de qualquer um. Fatos são fatos e ponto. O fato de ser contra o Nazismo, por exemplo, não me impede de estudar e fazer trabalhos sobre o holocausto. Ou, pelo menos, não deveria impedir.

Não importa se você é evangélico, cristão, muçulmano, hindu, etc... A história é a mesma para todas as religiões. Você não precisa simpatizar com tudo, mas tem que saber como tudo aconteceu.

Tem que se tomar cuidado com essa coisa de “liberdade religiosa”. Isso serve para permitir que qualquer um possa ter a crença que quiser sem ser perseguido, humilhado e por aí vai. Não pode ser usado como desculpa pra não fazer trabalhos, estudos ou qualquer coisa na área acadêmica.

Caso contrário, quando se perguntar “Por que os dinossauros desapareceram da face da terra?”, respostas como “Porque Deus quis”, “Porque Alá quis”, “Porque Buda quis”, “Porque o Mestre dos Magos quis” e por aí vai, terão que ser consideradas corretas.

Como se já não bastasse o nível sofrível da educação atual, agora essa? É cada uma...

Sutileza de segunda...


Música do dia

Pra começar a semana na pegada...

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Fast as a shark

 

O carnaval acabou, a disposição acabou, o dinheiro acabou... tudo acaba.






----------------------------------x---x----------------------------------------

Jornalistas precisam parar de achar que credencial de imprensa é passaporte para o Mirabilândia. É muito mais honesto e menos vergonhoso pedir convites. Se é pra levar a sério o diploma, tem que fazer por onde. 
----------------------------------x---x----------------------------------------
 


Papa renuncia, meteoritos explodem e ferem pessoas, o calor tá infernal... sei não...




----------------------------------x---x----------------------------------------


Nunca se ache a cereja do bolo. Deixe que alguém ache por você...

Junkie


Música do dia

Há 45 anos atrás, morria Marion Walter Jacobs, mais conhecido como Little Walter. Ele que começou a usar amplificadores para timbrar sua gaita. Um grande nome da harmônica e do blues mundial.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Junkie


Plantão Extraordinário do Junkie


Fontes fidedignas informam que o Papa Bento XVI renunciou pra poder curtir o Carnaval do Recife.


- "Meu sonho sempre foi tocar com Naná Vasconcelos na abertura do Carnaval do Recife. Agora eu vou correr pra ver o show de Caê e Alceu Valença. Não me segura que eu já caí!"

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Música do dia

Bom... este é o último post até o fim do carnaval, quando o Junkie retoma suas atividades normalmente. Deixo com vocês o meu hino de carnaval predileto. Boa folia a todos e lembrem-se: se beber, usem camisinha!


quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Já falei sobre isso também...

Quando eu falo que o pernambucano é cheio de "góga" o povo diz que eu sou exagerado, que eu sou chato, ranzinza, etc e tal. Mas não é (ou sou)! A afirmação que faço vem da observação. Outro dia, o grande músico e pessoa Jehovah da Gaita postou em seu perfil no Face:

"Alguem poderia me explicar por que em 2012 o frevo foi declarado Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, a cidade cheia de turistas procurando para ouvir frevo no Carnaval, mas só existem a disposição shows de duplas sertanejas? Puta que me Pariu! Isto foi queixa de um turista, entrevistado pela televisão."

Né isso? E não são só duplas sertanejas não. Tem as bandas de brega, forró elétrico, fuleiragem music, etc.

Alguém pode dizer que a culpa é do governo, que não investe na cultura local, que só contrata atrações de fora, mas se você for analisar direitinho, a culpa é do pernambucano, que é cheio de "góga" mesmo, que diz que adora frevo e maracatu, exaltando sua cultura, mas quando é pra comparecer pra eventos, lota eventos abaianados e esvazia os shows de manifestações culturais locais.

O que mais vi, falando da programação do carnaval do Recife por exemplo, foi que não se valorizou o artista local. Sério? Das mais de 1.500 atrações contratadas para o Carnaval do Recife, menos de 100 são "estrangeiros". Mas o povo só quer saber da programação do Marco Zero, pois todas as mais de 1.400 outras atrações, manifestações genuinamente culturais, não são consideradas "atrações locais" pelo pernambucano.

A cultura tem que ter o apoio do governo sim. Seja qual for a instância. Mas não pode querer viver apenas das "tetas do governo" (como se fosse possível viver da mixaria dada pelo governo). O público tem que fazer a sua parte. Parar de só falar que gosta e ir prestigiar sua cultura.

Pronto! Falei! De novo!!! Agora só falta me provarem, com provas cabais, que tô errado que me redimo.

Música do dia

Porque quarta é dia de blues no Bazza... simbora!!!


terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Vergonha alheia


Cara... as vezes eu fico impressionado com o comportamento humano. Digo “as vezes” porque está cada vez mais difícil me supreender, nos dias de hoje, com algo referente à capacidade do ser humano em ser excroto (no sentido carioca).

Trabalhei na portaria de um evento onde a imprensa tinha que se credenciar para participar. Fiquei checando credenciados e seus acessos. E não é que eu me surpreendi com algumas coisas?

Em um dos casos, uma pessoa credenciou sua empresa para a cobertura, recebeu as credenciais e quem é que chega para entrar com essas credenciais? Pai, mãe de um funcionário da empresa, acompanhados de uma amiga do casal. Foram barrados! No final das contas, ninguém dessa empresa entrou para trabalhar. Nem apareceram na catraca.

Em outro caso, uma empresa estava usando as credenciais de imprensa para fazer média com seus patrocinadores. Dois patrocinadores da empresa barrados.

Por último, e no último grau da picaretice, começam a aparecer pessoas, que não trabalhavam em nenhum veículo de comunicação, e quando indagadas sobre a maneira que tinham conseguido as credenciais responderam que “tinham comprado lá fora”. Bicho: pegaram credenciais da imprensa pra vender pra cambistas? O pior é que as pessoas que compraram essas credenciais foram barradas; lesadas e perderam o dinheiro e a noite, pois também foram barradas.

Deixando os “colegas” de lado, teve um caso específico que foi engraçado. Chega um cidadão, numa catraca próximo a minha e pede licença pra entrar. O segurança lhe pergunta pelo ingresso e ele responde:

- “Eu tenho livre acesso.”
- “Por que?”, perguntou o segurança.
- “Porque eu tenho, ora...”


E tentou a mesma pála em todas as catracas... pobre coitado. E o que aprendemos aqui? É que se você quer ser picareta, pelo menos, seja inteligente, né?

Música do dia

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Parabéns...

Completando 65 aninhos hoje, o Sênior DeMolay, batizado Vincent Damon Furnier, mais conhecido como Alice Cooper...

Já falei sobre isso


... mas parece que a repetição será uma constante no que se refere a esse assunto.

Não sou contra o protesto. Ele é válido. Só que existem diversas formas de protestar. As mais inteligentes, inclusive, angariam a simpatia da população. Como os produtores de leite que, protestando contra o valor pago no produto, distribuem leite de graça à população; motoristas e cobradores que rodam sem cobrar passagem dos passageiros para reclamar dos pequenos salários... enfim existem milhares de maneiras de protestar.

Protestos que causam transtornos não cumprem nenhuma função a não ser a de dar prejuízo. Os “protestos” que páram o trânsito, por exemplo, suprimem o direito constitucional de ir e vir; carros gastam mais combustível, pessoas em táxis pagam mais caro pela corrida, pessoas em ônibus sofrem mais com o calor e com a falta de comodidade no transporte público, atrasos que podem gerar de prejuízos pequenos a demissões e categoria reivindicadora não recebe o que pede. Nem a atenção da população. Muito pelo contrário...

Protestar é preciso... Causar tumultuo não é preciso. Quando quiser reivindicar algum direito ou reclamar de algo que não é justo, use a cabeça. Protestar é mais que queimar pneus e interromper o trânsito.

Música do dia

Um pouco de Groove chileno pra começar a semana...