terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Fim da enquete

Foram milhares de votos. Um total de 15. Desses, a esmagadora maioria aprovou o novo visual do Junkie Box (9 votos). Duas pessoas "disseram" que não gostaram. Como isto aqui é um DEMOcracia, para a minha felicidade geral (porque não conseguiria voltar ao visual antigo), o Junkie fica de visual novo.

Amanhã, 01/02/2012, que é quando acabam minhas férias, volta o conteúdo inédito de cada dia.

Hoje, vou só aproveitar... afinal, todo o stress está de volta amanhã...

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Novidade: novo visual


O Junkie tá de cara nova. Primeiro, ele ganhou uma logomarca, cortesia do meu amigo Keops Ferraz (designer e vocalista nas horas vagas). Pra combinar com a logo, o formato e as cores do Junkie também mudaram. Por isso, tô fazendo uma enquete pra saber o que você ( se é que você ainda vem aqui) achou.

A enquete fica "no ar" até o dia 30/01. Se for aprovado, fica... senão, vou me lascar todinho pra voltar ao visual antigo, uma vez que não sei como é que tinha feito ele... mas a gente tenta.

Dia 01/02, o Junkie já volta com conteúdo inédito.

Se não for incômodo, dá sua opinião via enquete, ok?

Agradecido!!!

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Novidades...

Passando por aqui só pra dizer que as férias tão acabando e que em fevereiro, o Junkie volta... e com novidades...

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Imortal

Com grande pesar que entro no Junkie apenas para retransmitir a notícia da morte de uma das divas mas marcantes que a música mundial já teve. Jamesetta Hawkins, mais conhecida como ETTA JAMES faleceu hoje. Ela foi diagnosticada com leucemia terminal em dezembro passado e sua morte era só uma questão de dias.

Dona de uma das vozes mais belas que já tive o prazer de ouvir, ETTA completaria, daqui a 5 dias, 74 anos de vida... desses, 58 de vida artistica...

Uma grande perda para a música... At last, she rest in peace...

At last my love has come along
My lonely days are over
And life is like a song

Ohh yeah yeah
At last
the skies above are blue
My heart was wrapped up in clover
The night I looked at you

I found a dream, that I could speak to
A dream that I can call my own
I found a thrill to press my cheek to
A thrill that I have never known

Ohh yeah yeah…
You smile, you smile
oh And then the spell was cast
And here we are in heaven
For you are mine at last


quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Férias...


Como você já pôde notar, o Junkie tá meio abandonado (meio é bondade minha...). É que, pra quem não sabe, tô de férias. Por isso, tem dia que nem "Música do dia" tem. E logo em meio a mais uma discrepância dos honrados vereadores do Recife...

Bom... podem ter certeza que quando voltar, em fevereiro, arrumo um "gancho" para citar mais esse escárnio que os nobres representantes do povo Recifense fazem com quem o elegeu... escárnio pois isso só pode ser galhofa com os moradores da venérea brasileira. Como diria Collor, uma patuscada!

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Sapiência



Eu nunca vou entender as mulheres...


Mas, sempre que necessário, vou fingir que entendo.


Causa menos problemas e aborrecimentos

Não contavam com a minha astúcia?

Ainda acho que durou muito...

Justiça proíbe que sites de relacionamento (Orkut - se ainda existir - Facebook, twitter, etc) mantenham páginas que divulguém horários e localizações de blitzes da operação Lei Seca. Páginas onde os integrantes perguntavam "de lá pra cá, alguma blitz?". Ou seja, página pra que bebuns pudessem "dirigir" sossegadamente.

Eu sou a favor dessa proibição (e não adianta dizer que é porque eu não sei dirigir). E o motivo é bem simples e pode ser explicado da seguinte maneira:

- Pra que se proibisse a mistura de álcool e direção, foi necessário que muita (mas muita mesmo) merda acontecesse. Mas tanta que até as autoridades, que nunca se preocupam com o cidadão comum, tomassem uma atitude drástica como essa e que, inclusive, atinge a eles mesmos.

- Segundo porque o princípio é o mesmo do uso de drogas. Você, fodão, que se garante na direção mesmo embriagado, quando posta um trecho livre de blitz, ou divulga onde tem uma, você também permite que um "não fodão", que não se garante na direção quando bebe, usufrua da benesse da mesma forma que você. E isso é trágico.

Se acontece um acidente com vítima fatal num trecho divulgado como livre em sites desse tipo, eu, se fosse advogado, iria incluir, além do motorista bebado e assassino, o responsável pelo site e todas aquelas pessoas que postaram a ausência de blitzes e caminhos alternativos. Sim, pois ao divulgar esse tipo de informação, você assume o risco de que alguém use essas informações e cometa uma barbárie. Logo, você é cúmplice.

Lei é lei. Não gosta delas? Aprenda a votar. Em um povo educado, exceções não causam "acidentes" com vítimas fatais.

Música do dia