sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Poeminha numa sexta a noite, em casa!

Tudo o que eu podia falar, já falei
Tudo o que eu podia fazer, eu já fiz...
Só me restou sair pra caminhar
procurando um caminho que me faça feliz!

Um minuto por dia;
Um milênio a cada segundo...

----------

Cheers...







É a mesma coisa!


Normalmente, psicopatas não tem cura. Não adianta prendê-los por um tempo e, depois, pô-los de volta a sociedade. Eles vão voltar a cometer crimes, barbaridades. Isso é fato. Serial Killers, pedófilos, enfim, pessoas que possuem distúrbios na sua índole e formação. Para esses casos, a prisão perpétua, condenação a morte e, como recém aprovado na Korea do Sul, castração química para os estupradores (de menores ou não) são as soluções. Por mim poderia ser castração física mesmo. Mas é que o mundo anda tão politicamente correto demais que... Deus me livre...

Não há questão de direitos humanos aí no caso. Afinal, como a própria expressão diz, é direito para humanos. E, na minha humilde opinião, nos casos tratados acima, não há humanos.

Outro crime que acredito ter a mesma patologia é a corrupção. Creio com veemência que um corrupto sempre será corrupto. Mesmo que seja pego e cumpra pena, quando voltar ao convívio social, na primeira oportunidade que tiver, vai voltar a ser corrputo. Deve ser uma degeneração genética do caráter. E se o corrupto vive no Brasil, onde não há punição para esse tipo de crime (para falar a verdade, para muitos poucos crimes), aí é que o corrupto não para mesmo. Nem vergonha na cara tem mais.

Quer um exemplo? Paulo Maluf. O nobre deputado, que originou a criação do verbo "malufar", muito usado na década de 80, que já foi citado várias vezes, juridicamente, por atos que não condiziam com os cargos por ele ocupados, está, mais uma vez, como réu em mais um processo de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, enfim, corrupção!. Alguém realmente acredita que um indivíduo como Paulo Maluf pode ser ressocializado? E esse é só um exemplo... Aqui no Brasil tem tantos "Corruptos em Série"...

Música do dia

Como hoje é sexta, if you gotta walk, don't look back...





quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Localidade...


Me identifico muito com o humor de Rafael Araújo. Não só o humor como a linah de raciocínio... Esta que segue abaixo, foi tirada de seu Facebook... sensacional.

Pode reparar que sempre quando os repórteres se referem a um lugar como "localidade" é porque lá não é boa coisa. Ou tem esgoto estourado, ou teve homicídio, enfim, qualquer coisa que não preste. Já viu repórter chamar o bairro de Casa Forte de "localidade"? Vai chegar o dia em que repórter vai levar fora por causa disso:

- A senhora já foi assaltada aqui na localidade?

-Ei, olha o respeito. Localidade uma pinóia! Aqui é bairro de classe média-baixa!

Compras coletivas...


Como o Junkie anda meio abandonado por parte da minha pessoa (ele tá quase que uma radiola...), Rafael Araújo, meu mais fiel colaborador, vem em auxílio e nos brinda com mais uma pérola das suas análises do quotidiano... Sabe essa febre de compras coletivas? Pois é...

Compras Coletivas

Os sites de compras coletivas são uma maravilha, não é? Você e mais centenas de pessoas comprando com grandes descontos coisas que não queria, mas como tá muito barato você acaba levando. O ramo de compras coletivas tá crescendo tanto que daqui a pouco aparece algum no segmento profissionais do sexo. Imagino que vai ser algo do tipo "Natally, 19 aninhos, estilo Sheila Carvalho. De R$ 150 por R$ 80. Restam 300 unidades da promoção. Aconselhamos que você agende logo seu programa, porque se ficar entre os últimos ela vai estar mais pra estilo Lacraia".

Mas você tem que ter cuidado quando for consumir determinadas aquisições desses sites de compras coletivas. Os garçons, por exemplo, não são nem um pouco discretos quando se trata de cupom desses sites. Imagino o cara que quis impressionar no Dia dos Namorados indo pra um restaurante caro, mas que ele conseguiu por 70% de desconto. Não adianta chegar discretamente pro garçom e dizer:

- Amigo, eu tenho cupons de desconto...

O garçom olha torto e fala bem alto:

- Ô, fulano, traz a janta da promoção aqui!

Depois de cadastrado nesses sites de compras coletivas eu fico recebendo todo tipo de promoção, incluindo coisas que eu nunca vou usar na minha vida. E nem imagino ninguém usando. O que mais me assusta são os tratamentos de beleza pra mulher, é coisa tipo "peeling supersônico com radiação gama + escova marroquina com creme de fígado de salmão neo zelandês + pedicure do Ibura, com 60% OFF!!!".

Música do dia

Hoje, a vibe é essa...



segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Ladies sing the blues

Uma grata surpresa deste ano. Conversando com Gustavo Almeida, grande brother e conhecedor de blues, constatamos uma coisa bem bacana: tem surgido uma leva muito boa de mulheres cantando blues aqui na terrinha. Uma safra excelente de mulheres que emprestam seu talento ao Blues, deixando o estilo mais gostoso, vistoso e bonito de se ver em Pernambuco. Eu posso citar alguns exemplos.

Adriana Silva, vocalista da Uptown Band, pode ser considerada uma veterana na cena. Dona de uma voz afinadíssima, marcante e gostosa de se ouvir, quem assiste aos shows da Uptown Band logo se encanta com sua voz.

Isabella Carrazone conheci numa festa de aniversário bem informal. Ela cantava na banda de um amigo e já tinha dito a ele sua vontade de cantar o Blues. Nessa festa ela fez suas primeiras experiências com o estilo. E agradou de cara.

Nas jams das segundas, com a Recife Blues Band, tive o prazer de conhecer mais duas belíssimas vozes.

Andressa Melo já cantou em bandas de rock (pelo que sei) e é de uma versatilidade que me deixa pasmo. Ela consegue a suavidade que os blues mais lentos exigem e, ao mesmo tempo, a agressividade passional que o estilo pede sempre que necessário.

Ju Macedo também tem um timbre de voz que lhe dá a benesse da versatilidade. Se sai bem em todos os estilos de blues que eu conheço. Tanto pode ser suave para embalar a todos, como pode "rasgar" em músicas como Alabama Train, deixando a todos boquiabertos.

E por falar em "rasgar" não posso deixar de citar Luiza Furtado. Ela tem um timbre de voz perfeito para cantar músicas tipo as de Janis Joplin (há quem diga que se você fechar os olhos, você ve a própria Janis). Pra se ter uma idéia, Luiza canta "In the Basement" (Etta james) e "Hi Heel Sneakers" (Janis) divinamente. Servem como referência?

Mais recentemente ainda, nas jams no Banquete, tive o prazer de ver uma garota, Keury Jéssica, cantar lá. Levada pelo guitarrista Alexandre Bicudo, Keury também se mostrou uma muito talentosa vocalista de blues da cidade.

Não quero ser injusto com ninguém, por isso não estou afirmando que só existem essas que citei. As que citei são as que conheço. E arrebentam. Todas. As que ainda não tive o prazer de ouvir, por favor, apareçam. Meus ouvidos agradecem...

PS: sou um péssimo diagramador. Por isso, meninas, não briguem comigo por causa das fotos...

Música do dia

Segunda melhor banda do mundo pra mim (Sabbath é Sabbath, né?). Felizes os que viram seu show ontem no Rock in Rio...




sexta-feira, 23 de setembro de 2011

CRUOR

Hoje vou encarnar meu lado Head Banger. Vou tocar, depois de, pelo menos, 22 anos, com o CRUOR. Deve ser uma música só (acho que é a única que eu lembro), mas vai ser bacana lembrar daquele tempo. A idéia de fundar o Cruor veio logo que conheci bandas como Metallica, Slayer, Venon... e isso só foi possível quando abriu uma loja chamada Mausoléu (falei dela no primeiro post do Junkie). Isso nos idos de 1985...

O nome, alguém me disse que significava “Carnificina” em latim. Até hoje não sei se é verdade, mas gostei do nome e assim batizei a primeira banda pesada de Pernambuco. Eu arrisco dizer primeira porque não me lembro de nenhuma outra banda pesada na época. Haviam bandas de rock e Heavy Metal tradicional, mas thrash, foi a primeira. Caso eu esteja errado, me desculpem...

A primeira pessoa que chamei pra banda foi Rogério Rogerman (Ex- Eddie, Ex- Bonsucesso Samba Clube e atual... acho que carreira solo... faz tempo que não o vejo...). Não chegamos a ensaiar. Mostrei algumas bases pra ele, ele mostrou uma bases que tinha... chegamos a bater algumas fotos “promocionais” no cemitério de Santo Amaro (que se um dia acha-las, as posto), mas não passou disso.

Foi quando conheci Carlos “Cruor” Aranha, que tocava guitarra (Heavy Metal). Ele que colocou pilha pra botar o projeto pra andar depois que apresentei a ele as bandas do gênero. Daí montamos o Cruor. Fernandinho “Torcicolo” no vocal, eu, Carlos, Marcel na bateria e Sevi (hoje na Orquestra Sinfônica do Recife) no baixo. Ensaiávamos na casa de Fernandinho. Não andamos muito com essa formação.

Zeka Aranha, irmão de Carlos, era um grande incentivador e nunca tinha sentado numa bateria. A gente o via, em casa, batendo na perna, acompanhando as músicas do Slayer, etc, mas, como disse, nunca havia sentado numa bateria. Marcel saiu e decidmos fazer um teste com Zeca. Na sua primeira experiência com peles e baquetas, já mostrou a que veio e assumiu a bateria da banda. E junto com Zeca veio Jairo, que já era conhecido e assumiu o baixo.

Daí em diante, o Cruor andou de verdade. Fizemos o primeiro show no Balneário da APSE Candeias, onde o pai de Carlos e Zeca tinha certo acesso. E de lá, foram vários. Com muitas histórias... citando algumas rápidas:

1) Ensaiávamos numa casa em Cajueiro Seco que tava pra alugar. Uma vez, passou um cortejo fúnebre em direção a algum cemitério das proximidades (que devia ser perto mesmo porque estavam todos a pé). A gente não teve dúvida... começamos a tocar a marcha fúnebre em ritmo metal pra acompanhar.

2) Durante um show no Segundo Jardim de Boa Viagem, começou uma briga embaixo do palco. A gente parou de tocar e Fernandinho veio com a clássica, já antológica: “Violência não, galera... violência não! E agora, pra vocês, Carnificinaaaa!!!!”

3) Abrindo o show para uma banda chamada Sodoma (de Natal), batendo cabeça, meti a testa nas tarrachas do baixo de Jairo, o que abriu um corte considerável e que começou a sangrar muito. Mesmo assim, continuei batendo cabeça, sem saber que o que eu achava que era suor, era sangue. Até que ouvi alguém na platéia falar: “O cara se garante... até sangra!”. Aí, olhei pra Jairo, que fez uma cara meio assustada, meio gargalhada, e avisou que eu tava sangrando. Mesmo assim, o show foi até o final e eu continuei batendo cabeça.

4) Na passagem de som do show que fizemos com o Sepultura, eu tava usando um pedal (Super Feedback and Distortion, da Boss) que eu peguei emprestado com Siba (aquele rabequeiro do Siba e a Fuloresta. Pois é... Siba era guitarrista e tocava Hendrix há muito tempo atrás... um dia eu conto sobre isso). Aí chega o Andreas (Kisser) e fala: “Brother, tu pode me emprestar teu pedal? É que o Max usa um desse e ia ficar massa os dois usando o mesmo pedal, igualando o som das guitarras”. Emprestei um pedal que não era meu...

Essas são algumas que lembrei de cara. Com certeza tiveram muitas outras... e como esse post ficou longo demais, paro por aqui. Quando lembrar de mais histórias, posto. E a idéia é falar que o show do Cruor acontece hoje, 23/09, a partir das 22hs, com abertura da banda Os Cachorros, na rua da Moeda.

BANG THAT HEAD THAT DOENS'T BANG!

Música do dia

Simbora que hoje é sexta...




quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Um sonho...

"Um dia, o Recife vai ser uma cidade segura onde todos os cidadãos vão poder andar sem medo pelas ruas; onde você vai poder tirar dinheiro no banco sem ser assaltado na saída; onde você poderá dirigir com o vidro do carro aberto sem ter uma arma apontada pra sua cabeça...

Esse dia está chegando! E o melhor é que na verdade serão dois dias...!

Samba Recife, 24 e 25 de setembro, no Centro de Convenções.

P.S. Não é a toa que o comercial do evento se parece com o clipe de We Are The World."

By Rafael Araújo, o homem, o mito, a lenda...

Eu ainda completaria:

Dois dias em que você vai andar de ônibus sem ninguém estar ouvindo um MP3 maldito sem fone de ouvido...

Um verdadeiro sonho...

Oscar

Achei mais que merecido Tropa de Elite 2 ser indicado para representar o Brasil no Oscar. Produção de qualidade, enredo muito bem feito (se bem que óbvio demais pra quem mora no Rio, né?), trama boa, heróis, bandidos, enfim, show de bola. Mas me surpreendeu...

Pensei que "Bruna Surfistinha" fosse ser o escolhido... tem mais a cara do país...

Música do dia

É verdade... é verdade...



segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Pra tranquilizar o dia...

Minha filha adora massa de modelar e um desenho chamado "Dora Aventureira". Um belo dia, numa loja, vejo um kit de massa de modelar da Dora Aventureira e comprei pra minha filha. Fui entregar ontem. Ela, claro, adorou... Não parou de brincar... em determinado momento, eu pergunto:

- "Filha... você tá feliz?"

- "Tô papai!"

- "Por que você está feliz?"

E sem nem tirar os olhos da massa de modelar, nem parar de brincar, ela responde:

- "Porque vi você!"

Ok, ok... acalmando a segunda...

Se garante, viu?

Pois é! O dia começa com uma constatação: Recife tem todos os grandes problemas de uma grande metrópole. Só os problemas! E não o é! Cada vez mais, pra conseguir cumprir horários a que você se propõe, é necessário mais antecedência.

Às 7:30 da manhã de hoje, estava na rua pra pegar um táxi. Existem dois pontos de táxi perto da minha casa. Fui pro primeiro, não tinha nenhum táxi! Ai, olho pro outro lado da rua, onde fica o outro ponto, e vejo dois táxis parados. Rumo nessa direção. Quando tô chegando perto, os dois táxis saem: um com passageiro (o que entendi perfeitamente) e o outro sem. Com raiva, olhei para o primeiro ponto de táxi, onde estava no início, e vi que tinha um táxi... volto a atravessar a rua em direção desse primeiro ponto. Quando estou meio perto, vejo uma senhora, andando de braços dados com outra senhora que devia ser sua mãe, andando a passos de tartaruga mas que, mesmo assim, chegaram na minha frente e se foram no único táxi que tinha.

Resignado, resolvi esperar um táxi nesse primeiro ponto mesmo. Lá, pelo menos podia esperar sentado. E foi o que fiz durante QUARENTA minutos. Foi quando chegou um táxi. Aliás, bondade minha chamá-lo assim. Começando pelo motorista, que era um pouco mais velho que o Oscar Niemeyer. Daí já podem ter idéia da velocidade que ele usou durante o percurso, né? Mas, também, não sei se o carro aguentaria uma velocidade superior a 50km/h. Eu sei que tenho medo de velocidade, mas aí, até pra mim, foi ridículo. E como nem tudo é perfeito, o ar condicionado estava quebrado. Enfim... cheguei ao meu destino uma hora depois do planejado...

Essas "coisinhas" me fazem ter uma vontade enorme de conhecer o ser do universo que testa meus limites sempre quando pode. Uma vontade enorme de apertar sua mão e dizer:

- "Bicho... tu se garante! Muito!"

E a segunda está apenas começando...

Música do dia

Numa segunda? É por aí...



sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Pequenas coisas


Incrível como pequenas coisinhas podem tornar a vida bem mais saborosa. Quem diria que um simples açaí (nem na tigela era), poderia deixar o dia tão tranquilo... tão bem...

Um brinde às pequenas coisas da vida... por elas, sim, vale a pena.

Música do dia

Poucas músicas transmitem uma sensação tão boa quanto essa... além do mais, hoje é sexta, né? Simbora...



quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Filosofando


Há de se lamentar pela noites em que a insônia fez o cérebro funcionar mais do que devia... Certos submarinos nunca devem vir a tona, sob preço de contaminar o humor e, assim, o mundo que nos cerca.

Arcar com as consequências é fato inevitável...

Ruim é...


.. quando as coisas vão caindo na mesmice, você vai perdendo o gosto e já nem procura mais uma luz no fim do túnel...

... quando a única coisa em que você pensa é num desfibrilador pra dar alguma emoção no dia-a-dia...


Já dizia Ace Frehley: Shock me... make me feel better...

Clear!

Música do dia

Mitzy Dupree... essa fazia tempo. E ela vai para...




quarta-feira, 14 de setembro de 2011

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Música do dia

A música do dia chegou tarde hoje, dia em que decretei data mundial da preguiça... mas veio no groove... Parliament Funkadelic... tudo de bom... Isso a noite, cheio de whiskey na cabeça... sei não... é pra se acabar.



segunda-feira, 12 de setembro de 2011

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Me diz aí...

O dia começou com algumas notícias interessantes...

Pelo Facebook, vi que um amigo prendeu um assaltante com um murro. O meliante tinha assaltado uma senhora e saiu correndo. Esse amigo viu a cena, vinha no sentido contrário do mesmo e, sem pensar, deu-lhe o famoso "doidão" na cara. A alma sebenta (porque a outra forma tem direitos autorais) caiu desacordada no chão enquanto a multidão aplaudia e esperava a polícia chegar e levar o bandido.

A outra notícia vi num telejornal: um padre fez uma investigação por conta própria e passou os resultados para a polícia que, aí, prendeu três bandidos.

Mediante essas duas notícias, diz aí: O que as polícias (civil - investigativa; e militar - ostensiva) fazem?

Música do dia

Porque hoje é sexta...



quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Inspiração...



Tô a séculos sem conseguir escrever uma letra de música, o que eu fazia com uma naturalidade incrível em tempos passados...




Aí, hoje, me bate a inspiração que vem de uma única frase: "O que eu mais gosto em mim é o meu nojo por você..."


Dá pra imaginar a letra que vem por aí...

Pôneis malditos!!!!

Música do dia

Acho essa versão massa. Conheci em 1994... Sampa!



quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Não esquecer



O tédio é um estimulante do cérebro muito venenoso!

Sério?

Perguntar não ofende....

É sério que você acordou cedo pra ir assistir ao desfile cívico de 7 de setembro achando que isso é ser patriota?



Deixa eu te dar uma dica: quer ser patriota? Aprende a votar... já é um começo.

Assim, num desfile mais a frente, você não verá políticos que se comportam com o Brasil da mesma forma que os cavalos no desfile.

Música do dia

Yeah...!!!
You shook me all night long, baby...




terça-feira, 6 de setembro de 2011

Mera coincidência?


Será???

06/09 - Dia do sexo!

07/09 - Dia da proclamação da Independência!

Mistérios misteriosos da humanidade brasileira...

Sexo

Hoje, segundo meu parceiro (sem pederastia) Kco Correa, é o dia do sexo. Não sei se a data existe em algum calendário oficial, mas segundo Kco, a data se comemora hoje apenas pela data e sua simbologia: 06/09 ou 6/9... ou seja 69 (aquela famosa posição...).

Como disse o próprio Kco, acho justo uma data para comemorar... afinal, até dia da sogra tem. Mas já faz algum tempo que cheguei a uma conclusão. As pessoas, principalmente as mulheres, supervalorizam o sexo, chegando ao ponto de tratá-lo como algo sagrado, com rituais a serem seguidos... todo um protocolo. Tá certo que tem aquela história de que seu corpo é seu templo e que não devemos transformá-lo na casa de Mãe Joana. Mas o povo perde muita oportunidade por pudores românticos descabíveis. Claro que entra a questão de que cada um faz o que quer e sua opinião, vontades, etc devem ser respeitadas. Mas quantas mulheres se negaram o prazer do sexo pelo mero pensamento de “o que ele vai pensar de mim”? Fala sério...

Sexo é, antes de mais nada, satisfação fisio-biológica. Uma simples busca por um prazer não encontrado de outra forma. Tá certo que quando há sentimento envolvido na questão pode ficar mais gostoso. Mas no fundo é só busca por prazer. O sexo é fisiológico e pode até ser usado para acabar um relacionamento, pra se ter uma idéia (um dia explico melhor).

Muita gente se priva desse prazer apenas por que não está "apaixonada" pela pessoa disponível. Acho isso besteira... mas como disse acima, há que se respeitar a opinião/gosto/escolha de cada um. Mesmo assim, um conselho que dou a essas pessoas é: revejam seus conceitos. Se a pessoa disponível é bonitinha, tem bom papo e é limpinha, que mal tem, não é verdade? Depois, cada um, vai pro seu lado, satisfeitos, e a vida continua... a amizade também... porque deveria terminar pelo simples fato de terem gozado? Não é antagônico?

Bom... seja como for, hoje é dia do sexo! Comemorem. E se alguma garota estiver querendo alguém pra comemorar, "tamos aí", eheheheheheh. Sem compromisso, é claro...

Eu fico besta...

Assistindo TV com a filhota...

- "Pai... você está feliz?"

- "Tô sim, filha..."

- "Porque você está feliz?"

- "Por que eu tenho uma filha linda..."

Agarra minhas bochechas, me puxa e me dá um beijo.

- "Eu te amo, papai. Você compra gelatina das princesas pra mim?"

Nota do autor: acho que todo pai é assim, né? Babão... Bom... hoje minha missão é achar gelatina das princesas...

Música do dia

Fazia tempo que não ouvia essa... Já foi pro meu MP4



segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Olha aí...

Depois de já ter brilhado nos jornais locais, tanto escritos como falados e televisionados, o Recife Antigo foi destaque no Jornal Nacional (entrando no horário nobre, sr. prefeito). A cracolândia da Venérea Brasileira foi estampada em imagens belíssimas feitas pela vênus platinada pernambucana.

Nada de novo... o que foi mostrado estava na cara de quem quisesse ver (não é verdade sr. prefeito, sr. governador?); registrado nos boletins de ocorrência da delegacia de plantão da área, nas queixas dos frequentadores e donos de bares da área...

O que mudou com a matéria? Nada... apenas fica o de sempre... as autoridades sempre tomam um puxão de orelha quando uma merda latente é exposta em rede nacional no horário nobre, o efetivo de guardinhas aumente durante uma semana, duas, e depois volta tudo ao normal, ou seja, ao caos novamente.

Sábado, passando de ônibus pelo local, pude contar 9 guardinhas. Um aumento de 1000% no policiamento da área.

Sendo assim, people, ainda temos umas duas semanas, no máximo, de Recife Antigo parcialmente policiado. Aproveitem...

Entenda

Não adianta ficar buzinando pra chamar minha atenção. Se seu carro tiver película nos vidros, você vai morrer buzinando e eu não vou me dar ao trabalho de tentar ver quem é.

Quando me chamam pelo nome na rua eu não atendo, imagina se eu vou olhar pra alguém (que eu não faço idéia de quem seja devido a película nos vidros) pelo simples fato de buzinar...

Quer falar comigo? O procedimento é o mesmo das áreas militares: Pare o veículo, baixe o vidro, identifique-se e aí, somente aí, eu vejo se falo ou apenas aceno. Afinal, é você que está fazendo questão de falar comigo... não o contrário!

É cada uma...

Música do dia

"...tell me what you want..." . Eu gostava dessa banda.








Nota do autor: O clipe desta música era tão anos 80 (entenda quem quiser) que preferi por essa versão de video, pra não tirar a atenção da música.

domingo, 4 de setembro de 2011

Resignação

"Posso não ter a sorte de conquistar seu coração, mas conquisto seus ouvidos..."

Nota do autor: Não, não foi uma resposta a um fora dado na noite a alguma mulher que não quis ficar com o músico. Não... foi apenas uma resignação carinhosa. E como gostei da frase, ei-la! Imagina se eu fosse romântico...

sábado, 3 de setembro de 2011

Música do dia

Misturando as coisas (Motorhead em forma de blues? Pra quem pensa que já viu de tudo...)