sábado, 31 de dezembro de 2011

2012

Em 2012, eu espero...

... que meus erros não prejudiquem ninguém;

... que meus erros não usem saia;

... que meus erros não sejam sem conserto;

... que meus erros me façam aprender;

... que meus erros sejam novos;

... e se eu puder acertar alguma coisa (a mega sena seria ótimo), tudo vai ser bom!

Que em 2012 a gente consiga manter firme o caráter e o espírito elevado.

É isso aí, Junkies... Feliz 2012 pra nós...

Música do dia

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Vai votar em quem?


Veja só: Deputados estaduais querem receber auxílio-moradia retroativo aos anos de 1994 a 1997, mesmo tendo moradia fixa, baseado num benefício dos deputados federais que precisam se deslocar para Brasília. A benesse, se a O.A.B (que está movendo uma ação para que os nobres representantes do povo devolvam esse dinheiro. Sim porque se for esperar pelo povo, eles vão receber o auxílio-moradia retroativo aos anos de 1800 a 2011) deixar, vai deixar cada um dos 52 deputados e ex deputados mais de 350 mil reais mais riquinho.

Vereadores do Recife, muy espertos, já aprovaram um aumento de míseros 63% para os mesmos, que começa a vigorar em janeiro de 2013. Um "agrado" para os reeleitos e aos eleitos pela primeira vez. Fizeram isso sem nenhuma divulgação, claro! Mas sempre tem um jornalista chato que descobre as coisas, né? Um aumento de 63%. Em toda a minha carreira profissional, o maior aumento que tive não chegou a 8,5%.

Ano que vem tem eleição. Você já sabe em quem você vai votar? Não? Se importa se eu der uma dica?

NÃO REELEJA NINGUÉM.

Música do dia

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Filosofia de porta de banheiro que acabei de criar.

Homens dizem não entender as mulheres...
Mulheres dizem não entender os homens...
Enquanto procurarem explicações, homens e mulheres nunca se entenderão...

(e eu não bebo desde quinta passada...)

Dicas de Paquera no Réveillon (By Rafael Araújo)


Festa de ano novo, você está afim de agarrar a primeira do ano... então este post é pra você, amigo. Seguindo o guia Rafael Araújo de paquera no Réveillon, suas chances de ser dar bem já sobem para 98,7%. Imprima o manual, leve-o com você e arrase.


Como paquerar no Réveillon de acordo com a cor da roupa das mulheres:

Vermelho: tá periguete, então pode já chegar apalpando. Mas não espere encontrar mulheres bonitas de vermelho.

Amarelo/Dourado: tá lisa, então a abordagem perfeita é perguntar se pode pagar um drink a ela. Se você estiver liso também, procure as de vermelho.


Branco: indecisa. Queria usar outra cor, mas eram tantas opções que ficou no lugar-comum mesmo. Diga que o branco é a junção de todas as cores e que isso faz dela muito especial. Se não colar e tiver com dinheiro no bolso, vá pras de amarelo/dourado, senão, as de vermelho.

Música do dia

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Acorda pra cuspir senão a baba cai da boca!


Fala sério. É capa de jornal e ninguém fala nada. Medida da Asembléia Legislativa de Pernambuco já teria pago a 52 deputados e ex-deputados mais de 17 mil reais (pra cada) correspondentes às 3 primeiras parcelas (de um total de 36) de um auxílio-moradia concedido aos nobres representantes do povo, retroativo aos anos de 94 a 97, resultando num total que ultrapassa 350 mil reais PRA CADA. E ninguém fala nada? Isso vai custar um pouco mais de 18 MILHÕES DE REAIS aos cofres públicos. E os cofres públicos podem ser muito bem representados pelo SEU BOLSO.

A OAB-PE está tentando fazer com que os nobres e dignissimos deputados devolvam esse dinheiro. Mas e você? Não vai fazer nada? Não tá entendendendo? Deixa eu explicar de uma forma que você entenda melhor...

Com 18 milhões de reais você:

- Salva milhares de yorkshires de enfermeiras assassinas
- Adota milhares de filhotes de animais abandonados.
- Salva milhares de crianças com doenças raras que recebem centavos da AOL/UOL/Etc por cada repasse da imagem.
- Ajuda a manter o Wikipédia funcionando.
- E, de verdade, pode melhorar a vida de muita gente que se encontra abandonada em ruas, instituições, asilos, etc.

Deu pra entender agora? Se mexe, po##a!!!

Perguntar não ofende...


Posso estar enganado, mas como não vi governo, de nenhuma instância (municipal, estadual ou federal) tomar nenhuma providência, não seria melhor que nós, meros mortais, iniciassemos uma campanha de arrecadação de donativos para as futuras vítimas das chuvas que vão assolar o sul do país no ínicio do ano? E no interior do estado também?

A minha maior preocupação é onde vai ser a maior tragédia. Todo Reveillon tem uma...

Música do dia

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Calor...


Esta cidade está um forno. A verdadeira sucursal do inferno. Tanto que, como disse um amigo meu, Recife tá tão quente que, aqui, gótico anda de branco...

Pense.

Música do dia

Show...

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Reflexões de Rafael Araújo


Uma reflexão do meu colaborador mais assíduo, Rafael Araújo

Momento reflexão: alguém aí que tá super-ultra-mega-hiper revoltado com o caso da enfermeira que bateu no cachorro, por acaso curte vaquejada?

Pense nisso.

Frase eterna...



Quer um mundo melhor?

Faça sexo todos os dias...

Música do dia

Só mais uma semana e...

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

By the way...


Não falo sobre meus problemas porque não gosto que tomem minhas dores. Elas são minhas e não as divido. Mesmo porque nem sempre estou com a razão.



Tomar partido pode fazer com que você se torne o problema!

Natal...

O que eu mais gosto nessa época do ano é a sinceridade que paira no ar e brota por todos os poros.

Sei que as pessoas são boas o ano todo, mas ver como se superam nesta época me deixa super feliz.

Música do dia

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Conversa


Uma conversa entre dois caras que ouvi no trabalho:

- Tais cheio de mulher, né? Tô ligado...

- Tô nada...

- Oxi... só quer ser o santinho... Tô ligado em você...

- Tô falando...

- Cada dia eu te vejo com uma mulher diferente. Tais com quantas???

- Nenhuma, pô...

- Fala sério!!! Pra cima de moi?

- Conhece aquele ditado (que parece coisa do Caio F. Abreu): "Quem tem muitas mulheres, na verdade não tem nenhuma" ?

- Já ouvi falar...

- Pois é...!!!

Refletindo...



Muita gente não consegue ser feliz porque anda buscando a felicidade nos lugares errados. A felicidade não está em terceiros...

Música do dia

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Com tanta gente passando fome...

Essa me deixou chocado. Mesmo porque, vesti a carapuça. Um estudo diz que um terço dos alimentos produzidos no mundo vai pro lixo. Isso mesmo: lixo! Não é aproveitado pra nada nem por ninguém.

Vesti a carapuça porque, vira e mexe, como vivo só e quase não paro em casa, parte da comida que compro se estraga.

E sei que na casa de muitas pessoas, sobras de comida vão, literalmente, para o lixo... com tanta gente passando fome.

Antes de virar moda essa tal de coleta seletiva, meu pai já me ensinava uma coisa: nunca misturar no lixo comum comida e pedaços de vidro. Ele dizia que, como no Brasil há um grande núimero de pessoas que catam e vivem do lixo (isso no início dos anos 80), o ideal era separar a comida que não se quer mais e dar para alguns dos milhares de pedintes que passam nos pedindo ajuda. E não misturar vidro no lixo comum para evitar que essas pessoas que catam lixo em busca de comida se cortem. Tão óbvio e lógico isso, né? E quase ninguém faz...

Quer dizer... quero crer que isso mudou com a "implantação" da coleta seletiva. É bom que tenhamos consciência ecológica. Mas custa nada ter consciência humana, né? Pode ter certeza que, assim, o que você considera restos de comida não se estragarão.

Precisamos ajudar o mundo a respirar e não custa nada ajudar um outro ser vivo a continuar vivendo. E isso não tem nada a ver com "esmola". Tem a ver com ser racional. Afinal, aquele ditado que diz "muito ajuda quem não atrapalha" é mais que verdade.

Qual a novidade?

Vi uma matéria num telejornal vespertino que o brasileiro não tem modos quando sai pra comer. Segundo a reportagem, o brasileiro fura fila, demora pra se servir, pega alimentos com a mão, etc.

Aí vem a minha pergunta: em detrimento da sofrível situação da educação na Terra Brasilis, qual a novidade nisso aí se mesmo quem tem ou teve acesso a boa educação, adquiriu os hábitos reprováveis dos mais antigos?

Na minha opinião, a matéria serve pra dar um toque. Tipo: quer um país melhor? Comece a educar de verdade. Afinal, bons modos se aprendem (ou não) em casa. E não posso deixar de lembrar que bons modos, educação, tem muito a ver com respeito. Respeito aos limites principalmente.


Música do dia

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Regredindo

Outro dia tive que ir em um cartório, assinar um documento. E, aí, me dei conta de que estou regredindo. Como não uso cheques nem cartão de crédito, faz séculos que não pego em papel e lápis (ou caneta) pra escrever nada. Tempo mesmo porque quase não consigo assinar meu nome.

Posso dizer que estou regredindo em virtude da modernização pela qual venho passando. Sempre que escrevo algo é em algum computador (ou smart phone). Logo, não escrevo: digito. Minha letra cursiva sempre foi horrível. Por isso, na época da faculdade adotei a famosa letra de imprensa. Mas após o episódio que citei, nem a letra de imprensa consigo deixar legível.

Não sei se existem mais casos iguais aos meus. Mas independente de qualquer coisa, vou voltar a escrever com a mão. Afinal, é muito feio não saber escrever. E eu tenho uma filha em idade escolar. Tenho que dar o exemplo, né?

Caligrafia... aqui me tens de regresso e suplicante eu te peço mais uma lição...

É cada uma...

Recentemente, duas contas de Twitter tem ganho notoriedade no Facebook. São, supostamente, duas meninas que odeiam nordestinos e negros. Nem preciso citar o nome ou a conta das duas porque todo mundo já viu. Nem quero também... afinal, as "duas" só estão querendo aparecer... e estão conseguindo!

As duas, que na minha opinião são dois (enrustidos e disfarçados), explicitam seu português sofrível no microblog, assim como os pichadores rabiscam muros e monumentos. Não passam de ignorantes numa tentativa desesperada de se expressar, sem êxito.

Quanto mais se divulga suas contas, mais aparecem. Tá certo que todo tipo de preconceito deve ser combatido. Fato! Mas será que o povo não está fazendo exatamente o que "elas" querem? Afinal, se aquela estudante de direito teve sua denúncia crime contra ela acatada pelo Ministério Público de São Paulo, quem se manifesta dessa forma, publicamente, só pode estar querendo aparecer. Aliás, tem uma necessidade enorme de ser notada, mesmo que por trás de uma fantasia, já que na vida real, não passam de insignificantes...

Fala sério...

Em tempo: Não confundir pichador com grafiteiro. O primeiro é um analfabeto tentando escrever. O outro é um artista.

Música do dia

Versão fantástica... ideal para uma segunda-feira.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Ainda há tempo...

Povas e povos... (que moram em Recife e RMR)

A campanha dos Correios (ajudantes de Papai Noel) já está rolando e, ao contrário dos outros anos, vai acabar mais cedo. Dia 16/12/11, pra ser preciso.

Pra quem não conhece a campanha, os Correios, todos os anos, fixam cartinhas escritas por crianças para Papai Noel no hall da Agência Central (Av. Guararapes, Boa Vista, Recife) para que as pessoas que passem por lá leiam as cartas e se sensibilizem, adotando uma delas. Quem adota uma carta, se compromete a comprar o que a criança pede a Papai Noel e, assim, fazer o natal dela mais feliz.

Os pedidos são os mais diversos: desde simples cestas de natal até roupas e, claro, brinquedos. São pedidos para todos os bolsos. Este é o segundo ano em que eu, pessoalmente, contribuo, adotando uma carta. Uma não... este ano resolvi adotar duas cartas. Afinal, a mesma coisa que disse no ano passado, vale para este ano: não custa nada deixar de tomar uma ou duas doses numa farra para fazer uma criança feliz. Faz um bem imenso. Incomensurável.

Se eu, que sou liso, posso, por que você não pode? Fala sério. E você não precisa ir entregar o presente. Basta levar o presente na mesma agência que eles levam até a criança. Uma forma muito confortável de ajudar, né?

Então se coce e faça alguém feliz no Natal... Retribua o que você sempre recebeu da vida... Como disse, não custa quase nada. Umas doses a menos numa farra não matam ninguém.

Música do dia

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Por que????

Por que será, Senhor, que todo mundo acha que tem direito, aliás, que merece aparecer na TV? Por que cargas d'água todo mundo acha que tem talento? E por que são todos tão modestos?

Cada um que liga já chega dizendo "e vai ser em primeira mão pra vocês". Ou algo do tipo "Tô dando exclusividade para vocês". Isso quando não é "Tenho certeza que vai dar audiência...".

O último que me ligou, disse que seu video estava sendo muito acessado; que já tinha um grande número de acessos...

Eu devia colocar o link que ele me garantiu que vai ser sucesso... mas vou fazer isso não. Tenho medo de torná-los famoso. Sabe como é... hoje em dia, tudo o que considero de pior é o que faz sucesso...

Música do dia

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

É mesmo...

Vi isso numa tirinha da Mafalda e tenho que concordar.

Sempre que se aproxima o final do ano, esperamos que o ano vindouro seja melhor. Mas o ano vindouro também espera que as pessoas seja melhores.

Se seu ano está ruim e você torce pra que o próximo seja melhor, já parou pra pensar que o problema pode ser você?


Já dizia Branxu: "Se você marca bobeira e não se toca, pior pra você".

Música do dia

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

15 segundos...

Sabe aqueles dias em que você está sem saco pra ouvir as pessoas? Pois é...

Normalmente eu concedo 15 segundos de atenção a quem vem falar comigo. Se nesses 15 segundos você não conseguir prender minha atenção, no décimo sexto segundo eu já vou estar te ignorando, pensando em outra coisa e, quando você terminar de falar, vou responder com o bom e velho "é..." ou então "pode crer..."

Tenho que admitir que, às vezes, a pessoa começa a falar de forma tão desinteressante que em menos de 15 segundos já estou pensando no problema do boi gordo durante o plano cruzado 1.

Como vivo dizendo, tempo é dinheiro... Ou você conquista a atenção das pessoas logo de cara, ou vai ouvir um monte de "é..." e "pode crer..." (talvez até um "bote fé..."). Tenho ceretza de que eu não sou o único a usar essa prática. Daí a importância de você conhecer bem sua língua pátria e exercitar seu vocabulário...

O fato de parecer não estar fazendo nada, ou até mesmo quando não estou fazendo nada, não quer dizer que tenha que escutar qualquer coisa que você (e apenas você) ache interessante.

Por isso, sempre deixo essa pergunta: quem é chato? Eu que não tem dou atenção ou você que me incomoda com um assunto que não me interessa?

Isso vale para as redes sociais também. Tenho desmarcado a opção "assinar" em um monte de gente do Facebook...

Música do dia

sábado, 26 de novembro de 2011

Mais reflexão...

Não sei por que as mulheres demoram tanto pra se vestir se tudo o que mais querem é arrumar alguém que lhes tire a roupa...

PS: Claro... nem todas... né Nelson Rodrigues?

Música do dia

Hoje tem blues no Whiskrytório... simbora!!!

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Otimismo...

Mais uma do Rafael Araújo. Com essa onda de pacificação de favelas no Rio de Janeiro, e revitalização de áreas aqui na Venérea Brasileira, seguem sugestões de Rafa... eheheheheheh

"O antigo Matadouro de Peixinhos mudou de nome pra Nascedouro de Peixinhos pra ficar mais simpático e otimista. Imagina se todos os lugares daqui fizessem isso? Linha do Tiro viraria Linha da Felicidade, Aflitos viraria Alegres, Afogados viraria Mergulhadores, Barro viraria Asfalto, Brasília Teimosa viraria Brasília Obediente e Fundão viraria Rasão."

Música do dia

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Aproveitando o ensejo...

Fico olhando os votos de "feliz dia dos músicos" e me pergunto: há mesmo o que comemorar? É mesmo um dia feliz? A música que faz sucesso é cada vez mais pobre, mais enfadonha, mais chula, mais sem alma...

As pessoas não fazem questão de ouvir belas melodias, arranjos, composições. Querem algo que dê pra colocar a bunda no chão (ou onde melhor lhes convier)... só escutam música que sai da bunda...

Com exceção dos músicos "famosos", a remuneração da categoria é cada vez mais risível...

Graças a Deus, a música (a boa música) é eterna e sempre se pode revisitar o passado, nos tempos em que ela tinha corpo e, principalmente, alma...

Graças a Deus ainda existem aqueles que teimam em perpetuar a grandiosidade extraída de míseros, geniais e infinitos 7 acordes...

Ok... comemoremos... mas com a obrigação de mostrar a nossos filhos qual é o caminho... Pra que a música não deixe de ser o alimento da alma para se tornar um supositório.

Saudações àqueles que ganham mal, não são reconhecidos e ainda sentem orgulho e prazer em tocar!

Heil!

Música do dia

Para o dia do músico...


segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Prostituição artística.

Outro dia, conversando com o grande baixista Marcílio Braz, falávamos sobre valorizar nosso trabalho. Isso por causa de um contrato pra H.El.P. que está sendo fechado. Tinha dito pra ele que tinha estipulado um preço e que não baixaria mais que X (coisa pouca). Concordávamos em que a coisa tem que ser assim; que a valorização tem que começar por nós mesmos.

Seria bacana que todo mundo fizesse o mesmo. Quase todos os segmentos da classe artística reclamam que não são valorizados, que o povo quer que trabalhem de graça, que traballhem sem remuneração afim de "divulgar" seu trabalho, etc. Mas aí, comecei a analisar o seguinte: pra cada banda que cobra, digamos, mil reais, existem duzentos milhões de outras que dizem tocar a mesma coisa e que cobram 100 reais. E tenho certeza de que isso não é só no campo musical... creio que em todos os campos das artes.

Neguinho fica se "prostituindo", prostituindo o mercado que, cada vez mais quer pagar menos por um trabalho que é como outro qualquer. Ou melhor, por um trabalho executado como qualquer outro, mas que requer sensibilidade, criatividade e perícia. E depois fica reclamando...

Eu sei que como música, pra mim, é diversão e prazer, pra que eu toque, há um preço a ser pago. Se quiser, é esse o preço... se não quiser, posso dar o telefone de milhões de bandas que vão tocar baratinho... Lembrando que a qualidade do trabalho é (ou deveria ser) proporcional ao que você paga. Aconselho a toda classe artística fazer o mesmo. Quem sabe, assim, o mercado aprenda que artista não é um banco de favores atrás de "divulgação".

Música do dia

Pra ver se dá mais "gás" na segunda...

sábado, 19 de novembro de 2011

Música do dia

Porque hoje tem Blues (Handmade Blues no Whiskrytório) e Rock (Fourpigs e Lady Murphy no Burburinho)

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Prazer...

Se tem uma coisa que eu realmente gosto de fazer, faço com tesão e sou secão pacas é tocar. Cara... me amarro em ficar brincando com as seis cordas das minhas guitarras e do meu violão.

Quando a gente começa a tocar (não sei se com todo mundo é assim), a primeira coisa que a gente pensa é "Cara... vou me dedicar pra ser o melhor do mundo!" e fica com isso na cabeça durante algum tempo.

Uma coisa que aprendi, e que o grande brother Beto Kaiser me falava, é que não há porque querer ser o melhor. Não existe essa coisa de melhor. Existe a música. Ela está ali, pra ser tocada com carinho e, assim, gerar prazer, não importa se com virtuosismo ou apenas feeling. Ela está ali e pode ser tocada de diversas maneiras e jeitos, mas sempre gera prazer (não sei se vocês notaram que tô ignorando todos os estilos que não me agradam e falando apenas de música).

Não foi o passar do tempo que me fez tocar melhor... isso só ajudou. O que realmente me fez tocar melhor foi aprender que o importante não é ser o melhor guitarrista do mundo. O importante é tocar da melhor forma que me for possível... e assim viajar.

É por isso que, ao contrário de muitos amigos que tenho, apesar das guitarras, eu adoro tocar meu violão. O violão me tira a arrogância que a guitarra me dá...

E assim vou levando... tocando...

Música do dia

Antes tarde do que nunca...
Hoje é sexta... simbora no groove!!!


terça-feira, 15 de novembro de 2011

Para refletir (se você quiser)



Não existem pessoas especiais. Ao longo da vida, vamos escolhendo pessoas para vê-las ou torná-las especiais. Isso a partir de uma série de afinidades e vontades espelhadas nessas pessoas. Mas é você quem cria essas pessoas especiais.

Logo, você também pode torná-las não especiais... comuns... insignificantes. O poder é o mesmo e você o detém...

Música do dia

Nada mais apropriado pra um feriado... e ainda rima!

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Sabe o que é pior?


Sabe o que é pior dessa história de 11/11/11? É que os posts sobre datas cabalísticas não vão cabar este ano. Ainda tem o 12/12/12, às 12:12am...

Mas faço algumas previsões:

- Às 11:11am de hoje, 11/11/11, você será demitido por estar no Facebook em horário de trabalho...

- Às 11:11am de hoje, 11/11/11, você vai bater o carro por estar usando o Facebook enquanto dirige...

- Às 11:11am de hoje, 11/11/11, você vai descobrir que perdeu um tempão danado com previsões e não aconteceu nada...

- Às 11:11am de hoje, 11/11/11, você vai estar lendo este post e comentando: "que cara idiota!"

- Às 11:11am de hoje, 11/11/11, você vai notar que esqueceu de estar no Facebook para ler as porcarias que serão postadas, mas seu computador vai estar desligado e você só vai conseguir ver alguma coisa lá pelas 11:12am, 11:13am, se seu computador não for um Lentium...

Ningém merece...

Acaba mundo, acaba por favor...

E não é piada...

Já tinha sido avisado por meu amigo Filipe Braun, mas não quis acreditar e fui apurar a história. "Absurdado", descobri que era verdade:

Caetano Veloso (aquele mesmo, baiano...) ganhou o Grammy Latino de 2011 de melhor Albúm de ROCK brasileiro. Isso mesmo: Rock!!!

E sabe o que é pior? Sabem quem mais concorria com ele? Saca: Fresno, Mutantes, Pitty e Plebe Rude. Sou só eu ou mais alguém também concorda que só pode ser o fim do mundo mesmo se aproximando?

Garçom, por obséquio: uma dose de cicuta, tripla, sem gelo...

Só pode...

Eu devo ser masoquista mesmo. A profissão que eu escolhi pra mim (produtor) é mal remunerada, não tem as condições ideais de trabalho, ninguém reconhece um bom trabalho de produção e, como prova disso, nem existe Oscar de melhor produtor...

Ainda bem que com a música eu ganho rios de dinheiro...

Música do dia

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

É incrível...

Eu fico impressionado com a capacidade das pessoas de serem mentecaptos; completamente desprovidos de raciocínio. Chega a ser assustador... E ter que lidar com essa qualidade de gente no dia-a-dia é o que me faz ser assim, tão simpático. Quer um exemplo?

O telefone toca e eu atendo:

- "Produção do programa X"

- "Alô? É do programa Y?"

- "Não... é da produção do programa X"

- "Mas eu queria falar com o programa Y..."

- "O fone do programa Y é 0000 0000"

- "Aí não fala com o programa Y não?"

- "Não... aqui é da produção do programa X. Pra falar com a produção do programa Y você tem que ligar para 0000 0000"

- "Mas me disseram que ligando 'praí' eu falava com a produção do programa Y..."

- "Mas não fala... você tem que ligar para o número 0000 0000"

- "Pode repetir o número?"

- "Posso sim... é 0000..."

- "Peraí que eu vou pegar uma caneta..."

3 minutos se passam e ele volta:

- "Pronto... pode dizer..."

- "0000 0000"

- "Peraí... dá pra repetir?"

- "0000 0000"

- "Ok... posso deixar um recado?"

- "Pode!"

- "Eu queria dizer pro pessoal do programa Y que eu gosto muito do programa tá?"

Agora me diga, francamente, se há como manter o bom humor depois de uma dessas? Depois o povo reclama porque a piada que mais uso, atualmente é:

- "Tu vira macaco?"

- "Por que?"

- "Porque Monga tu já é..."

Putz!

Música do dia

terça-feira, 8 de novembro de 2011

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Tudo tem limite.

Eu não tenho religião. Na minha particular opinião, não agregam e alienam. De cada uma tiro uma coisa ou outra que julgo correto e assim vou levando a minha vida. Pra conversar com Deus, não preciso ir a uma igreja, a um templo, estar lendo determinado livro sagrado, etc. Falo com ele onde eu quiser, quando eu quiser e assim tem funcionado minha vida. Levando-a em cima do que acho justo e correto.

Mas não discirmino ninguém que tenha optado por seguir uma religião. Cada um faz o que acha melhor pra si e eu, mesmo não gostando, respeito todas as religiões. Respeito, mas não me venha com estupidez.

Alguns preceitos de algumas "religões" pregam o absurdo. E o ser humano, na sua carência, acaba tomando como verdade, idiotices proferidas por algum estúpido que se intitula "líder" de um "rebanho". Fala sério.

Um casal foi condenado a 6 anos de prisão por ficar orando em vez de levar seu filho recém nascido a um hospital onde pudesse ser atendido e salvo (a matéria você encontra aqui)! O casal faz parte de uma "seita" que prega o poder da oração... tem que ser muito estúpido e ignorante... ou não querer o filho. Fala sério (novamente).

É de indignar mesmo! Isso se chama negligencia. Não prestou socorro porque não quis. Chega a ser uma maldade...

Bom... se você quer seguir a palavra de Deus, siga... mas tenha consciência o suficiente para discernir entre fé e estupidez. E outra coisa: cuidado com o que você toma como "palavra de Deus". Muita gente alega estar pregando a "palavra do senhor" mas absolutamente NENHUM deles tem procuração de Deus permitindo isso...

Essa é a minha opinião!


Música do dia

sábado, 5 de novembro de 2011

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Desculpa



Mais uma do inimitável, inigualável Rafael Araújo...

"Eita, agora dirigir bêbado virou crime. Vá ensaiando logo uma desculpa:



- Não tô bêbado, seu delegado. Sabe como é carro a álcool, né? Ele morreu eu eu fiz respiração boca-a-boca no tanque pra reanimar ele."

Cuidado...

Depois dos sem terra invadindo áreas rurais, os sem teto invadindo áreas urbanas, chegam os maconheiros da USP pra invadir áreas federais.

Além de pedir a retirada da PM do Campus, agora, os maconheiros da USP querem retirar a PM das ruas para poderem "queimar uma coisinha" sem apurrinhações.

Blues

Pra mostrar que nem só de mau humor e críticas vive o Junkie, e já entrando no clima das Jams dos sábados que, agora, acontecen no Whiskrytório (Setúbal), Rafael Araújo, meu mais fiel colaborador traz uma sugestão muito bacana sobre blues e quadrinhos...

"Não vejo meio mais adequado para a sugestão que eu trago hoje do que aqui no blog de um bluesman. Adquiri a graphic novel “Blues”, do cultuado quadrinista norte americano Robert Crumb, e ler esta obra está sendo uma verdadeira experiência extra-sensorial. Crumb mergulhou fundo na origem do blues e o retratou com muita propriedade, já que ele mesmo é um músico desse estilo. O álbum foi concebido em 1984, mas acredito que o momento certo para apreciar esses quadrinhos seja hoje com a internet, por um simples e importante motivo (que justifica eu utilizar um termo tão afrescalhado como “extra-sensorial”): ao ler a história de Charley Patton, por exemplo, você pode buscar no You Tube a playlist com as músicas dele, que datam da década de 1920. Eu li sobre o que Charley Patton passou na enchente do Rio Mississipi ouvindo a música que ele fez sobre isso, além de poder ouvir todas outras as referências musicais citadas.

“Blues", de Robert Crumb, é altamente recomendado para apreciadores de música ou de histórias em quadrinhos. Ou ambos, como é o meu caso.

Eis uma crítica sobre a obra (que recebeu nota máxima):
http://omelete.uol.com.br/quadrinhos/o-ibluesi-de-robert-crumb/ "

Música do dia

Just because is friday...


quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Não tem como levar a sério...

Poderia ser o nome de uma banda: "Maconheiros da USP". Seria a mais pauleira, literalmente. Fala sério... todo um caos instalado porque 3 maconheiros foram presos fazendo uso do psicotrópico dentro das dependências da Universidade. Aí vem logo os "esquerdistas" universitários que gritam logo:

- "A USP é jurisdição federal. PM não pode entrar aqui..."

E começa a balbúrdia em defesa de 3 maconheiros que devem ter sido pegos com uma baga, né? Quando é pra protestar contra a corrupção, saúde pública precária, péssimo nível da educação, baixos salários, etc, não se ve tanto entusiasmo.

Cadê que os "maconheiros da USP" gritaram e tocaram o terror quando a PM foi chamada pra evitar assaltos e que mais estudantes fossem mortos dentro do Campus?

Se você é contra a proibição do uso da maconha, lamento, mas é lei. E lei é "cumpra-se". Quer fumar maconha? Se esconda! Quer derrubar a lei? Aprenda a votar. Vote em quem você acha que vai representá-lo a altura. E se ele lhe trair, não vote mais nele. Simples assim.

Todo esse "movimento" dos maconheiros da USP é ridículo. Vão aprender com o maconheiros mais antigos e que nunca foram presos, façam-me o favor.

Frases idiotas 7


"Socialismo com cara de Brasil"

Essa frase é uma faca de muitos gumes. Esse socialismo com cara de Brasil é um socialismo corrupto? Sem ética? Ladrão? Acomodado?

Mais Frases idiotas:

1, 2, 3, 4, 5, 6

Música do dia

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Mais orgulho

Mostrando as músicas que tem no meu celular pra minha filha:

- Olha essa aqui (Blister in the Sun - Violent Femmes)

Ela dança um pouquinho e diz:

- Mostra outra, papai...

E saio mostrando várias músicas e ela pedindo pra mostrar outra. Em um momento chegou em Jailbreak, do AC/DC... antes que ela pedisse, eu passei a música e do nada:

- Deixa aquela, papai... eu gostei!

E ficamos ela e eu batendo cabeça ao som do AC/DC... Sorriso de orelha a orelha...

Pensamento...



Se a vida fosse mais justa, eu não cabia nela...

By me.

Música do dia

Fazia séculos que não ouvia essa... Todo um clima criado... show!!!

sábado, 29 de outubro de 2011

Sinais


Sabe aquelas horas em que você se encontra totalmente perdido, sem saber que direção tomar nem que caminho seguir... pois é! Nessas horas minha racionalidade não vale de nada. E olhe que pra eu dizer isso é porque a situação tá muito fora de controle. Deus me livre...

Quando você acha que deve ir pela esquerda, você começa a ir, aí aparece algo que te faz achar melhor você ir pela direita. Aí você para, tenta racionalizar, analisar... sim, porque você é um ser pensante (você, eu não sei... melhor falar só por mim) e, confiante nisso, você acha que vai conseguir tomar uma decisão. E até que toma, e você começa a se dirigir para o lado direito. Mas aí, novamente acontece algo e, pronto! Se lasque a esquerda, se lasque a direita, você simplesmente para. Não se move...

É daí que vem, na minha opnião, a crença no sobrenatural. Como você, apesar de usar sua "racionalidade" até a exaustão, não conseguiu tomar nenhuma decisão, você começa a apelar para o esotérico, o inexplicável, o sobrenatural. É a última que morre, né? Eu mesmo, sempre que me encontro nessas situações, vou no Google, pesquiso "oráculos on line" e começo a me "consultar" com runas, búzios, tarot, etc...

Se dá certo? Sei lá... a única coisa que sei é que proporciona algumas gargalhadas e poucos momentos de paz por uma identificação imediata (e sem sentido) com alguma resposta dada por esses "oráculos".

Apesar de toda a minha racionalidade, tô esperando um sinal. Um sinal que indique uma direção a seguir pois, do jeito que está, fica difícil seguir. E não importa de onde venha esse sinal: de um oráculo on line, de um biscoito da sorte, de um galeto, de uma garrafa de Jack Daniels, de um gato atravessando a rua, de um caixa de supermercado, não importa! O importante é que venha esse sinal... esse "estalo" que vai fazer com que as coisas andem novamente. Agora é só ficar atento!

Enquanto isso, lá vou eu "pras" runas...

Música do dia

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Pode não ser tão bom...

Tá todo mundo comemorando o fim da dupla Zezé di Camargo e Luciano, anunciada durante um show deles mesmos ontem, 27/10/11.

É... pode até ser uma boa notícia... mas já pararam pra pensar que isso pode ser um mal muito maior? Pode significar, ao invés de um disco ruim, dois discos ruins por ano...

Música do dia

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Ordens são ordens

Quase sempre, quando vou por minha filha pra dormir, ela pede:

- "Fica perto de mim..."

Aí eu deito do lado dela, abraçando-a e fico assim até ela dormir.

Ontem, quando fui colocá-la pra dormir, resolvi me antecipar e já deitei do lado dela como quando ela pede. Só que ela virou pra mim e disse:

- "Sai, papai! Eu não falei nada..."

Estranhei mas me afastei. Deus uns 15 segundos, aí ela falou:

- "Fica perto de mim..."

Aí lá fui eu deitar perto dela. Quando a abracei ela disse:

- "Tá vendo, papai? Agora eu falei... agora pode..."

Tá certo filha! Você manda!

Música do dia

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

domingo, 23 de outubro de 2011

Triste

Lá estava eu tocando e cantando Starway to Heaven pra minha filha. Aí ela pergunta:


- "Papai... essa música é triste?"


- "Não filha, por que?"


- "Porque você tá fazendo cara de triste..."


Acho melhor deixar de cantar essa música...

sábado, 22 de outubro de 2011

FOURPIGS

E lá se vão 20 anos... na verdade, um pouco mais... O Fourpigs nasceu com o nome de Noiseeles. Esse nome idiota era uma menção aos nomes de bandas idiotas (ou seria nomes idiostas de banda? Eu sempre me confundo...) que existiam na época como "Nenhum de Nós", "Uns e Outros", então, por que não "Noiseeles"? Escrito tudo junto para, também, podermos brincar com a ambiguidade de idiomas: além do português, o inglês (Noiseless = sem barulho).

Uma banda criada para tocar no colégio, beber, enfim, se divertir fazendo e tocando o bom e velho rock and roll. Já éramos eu e Henrique na formação. Muda bateria, entra outra guitarra, e assim nasce o Fourpigs. Com a formação que é a atual: eu (guitarra e voz), Henrique Vilela (baixo e voz), Renato Vilela (guitarra e voz) e Diego Salcedo (bateria e voz).


O nome veio de um desenho que João Pessoa, grande brother, fez na parede do quarto de Henrique e Renato no saudoso Viena 360 (inclusive, aqui já cito que vou instigar os meninos a fazerem um blog para contar as aventuras e desventuras que aconteceram no supracitado. São inúmeras...): um porco ébrio, se apoiando num poste, vomitando tudo o que bebeu (e mais algumas coisinhas). A identificação com o desenho foi tanta que assim nasceu o Fourpigs. No início, também brincávamos com a dubiedade do nome. Tanto podia ser 4 porcos como "para porcos". Mas deixamos isso de lado e hoje assumimos nossa identidade suína.

Decidimos determinar o ano de 1991 como o ano de nascimento da banda pois foi quando começaram os primeiros shows; foi quando rolou o primeiro grande show (no Boa Viagem Praia Clube, em plena época de impeachement de Collor, onde a mãe de Henrique e Renato, que é artista plástica, fez um boneco em tamanho natural dele e que foi jogado para a platéia, que o destruiu em segundos) e foi quando rolou a primeira grande roubada ("abrir" o show do Cidade Negra em Maracaípe, durante o Seaway Classic, mas isso é uma outra história que contarei num post único... vale a pena...). E desde então vamos fazendo rock and roll de forma despretensiosa (entre áspas) mas muito prazerosa.

Uma das coisas bacanas no Fourpigs são as letras. Sempre bem humoradas, reatratando o nosso quotidiano (ou o que gostaríamos que fosse..). "Virgindade pra que?"; "Os 3 porquinhos maconheiros"; "Confesso que Bebi"; "Só não bebo veneno"; "Vem pro Cabaret"; "Sessão de Endoscopia Digestiva"; "Live fast, die young"; "Colesterol 289", entre as outras, são músicas que causam empatia logo de cara, mesmo eu sendo suspeito para falar...

Hoje, 22/10/11, acredito que a gente vá fazer o show mais importante da nossa "carreira". Mesmo que a gente já tenha aberto shows de bandas como Cidade Negra e Titãs... É que com o Matanza, estamos fazendo um show para um público que curte esse tipo de som. Um público que é mais exigente e fiel. Por isso creio que é o nosso show mais importante.

E posso dizer uma coisa: o FOURPIGS vai detonar. Eu vou estar tocando em cima do palco cheio de orgulho. E esse é o melhor combustível nessa ocasião.

Sei que eu sou muito suspeito para falar. Por isso, quer tirar a prova? Deixo aqui o link pra você baixar todas as músicas que a banda tem gravadas. Acho difícil, depois de ouvir, você não querer ver como é esse som ao vivo...

Melhor que, apenas, acreditar nas minhas palavras é ir ao show. Simbora...