terça-feira, 31 de agosto de 2010

Frase do Twitter do dia...



"E depois q a banda Restart se declarou a salvação do rock, eu prefiro que ele morra." (@Beto_Lee)

Putz...

Apesar dos partidos pagarem uma grana às produtoras, ainda tem videos do guia que chegam com problemas para serem ajustados pelo editor de imagens da geradora do guia da vez.
Áudio de comícios captados pelo microfone da câmera, ou seja, som ambiente, com ruídos, etc...

E olha que não é video de guia de partido pequeno não...

Fala sério...

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Pra você ver...

Não é incrível que os primeiros a trabalhar para a Copa de 2014, no Brasil, tenham sido justo os Baianos? Já demoliram um estádio para construir outro em cima..
Incrível...

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Remembering Stevie... Life Without You

Hoje faz 20 anos desde a morte de Stevie Ray Vaughan. Um dos maiores monstros da guitarra que já pisou pelo mundo.

Deixo um vídeo: Life withou you (, Stevie...)

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

O pior é que é verdade...

Quando eu falo, ninguém acredita... mas...
Os analfabetos querem dominar o mundo. E começaram pela América do Sul. Já se elegeram presidentes no Brasil, Bolívia e Venezuela...

Depois não digam que eu não avisei.

Tá reclamando do que?


Vamos deixar a compostura de lado e falar a real. Uma parcela da população vive criticando as TV’s abertas... que não tem uma programação de qualidade, que é feita para “burrificar” o povo, etc, etc, etc. Discurso esquerdista ultrapassado, sem noção, repetido por pessoas que, no que se acham mais inteligentes, mostram que não entendem nada de mídia. Então cabem aqui alguns esclarecimentos.

As classes A e B são, em teoria, as mais intelectualizadas e cultas, não é verdade? São também as mais abastadas. Estas, na sua grande e esmagadora maioria, não assistem TV’s abertas. Elas assistem TV’s fechadas; pagas. Pra não dizer que excluem totalmente as abertas, assistem um ou outro programa (Jornal Nacional, futebol e ai...).

Então é correto dizer que TV aberta é feita para as classes de C pra baixo, não é verdade? Pois sim. E não só isso. É feita para a maioria dentro dessas classes. Em outras palavras, ser liso com inteligência e cultura é uma merda! Sim porque a TV vai ser feita para a grande maioria que é sem cultura quase que nenhuma e, pior, avessa a receber qualquer tipo de informação que possa lhe fazer crescer um pouco mais intelectualmente falando.

Não é que as TV’s abertas queiram tornar ou manter a mundiça na escuridão da falta de raciocínio. Não é isso... quando digo que a mundiça não quer receber cultura ou qualquer tipo de erudição, é fato e comprovo. Sempre que tem algo que é mais refinado, culto, estimulante ao raciocínio, a audiência cai. Eu já vivi isso na pele (e no Ibope do programa que eu trabalhava). E como TV’s abertas vivem de audiência, até se tenta mais algumas vezes, mas como a resposta é sempre a mesma, ou seja, queda de audiência, aí se torce o nariz e se dá o que a mundiça quer. Fazer o que num país em que Tiririca faz sucesso (e se candidata com fortes chances de ser eleito)? País onde Calcinha Preta é banda de sucesso?
O problema é antigo. E a resposta é chover no molhado, ou seja, o problema é educação (ou melhor, a falta dela). Uma coisa que vai ser resolvida lá pelo ano 7 mil depois de Cristo, já que ainda não apareceu um governo preocupado com o “probleminha” (inclusive, mais uma chuva no molhado, parece que gostam de manter a situação assim, não é verdade?).

Então caro amigo: pare de reclamar. Pessoas das classes A e B não reclamam da TV aberta. Eles nem assistem. Infelizmente você é liso e com vontade de absorver cultura; parcela ínfima dentro das classes C pra baixo... portanto, minoria esmagadora (ou esmagada), e, assim, sem direito a uma TV de graça que lhe agrade. Portanto, enquanto você não fica rico pra assinar uma TV paga, vá ler um livro... E lembre-se: quanto mais ignorante a pessoa, mais feliz ela é, já que o grau de exigência é menor.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Novo disco de Clapton...


Vai sair dia 28/09 e vai se chamar, apenas, "Clapton". É o 19º disco de um dos maiores ícones da guitarra.

Rehab - The Jolly Boys ( Modern Mento version of Amy Winehouse's hit)

Viajando pelo Youtube descobri isso aqui... muito bacana.

O blues não para...

Como disse antes, o blues dos sábados tá cada vez melhor. Apesar de ser suspeito pra falar, a quantidade de pessoas que tem aparecido, cada vez maior, e a animação das mesmas, só me leva a crer nisso mesmo. Blues acústico animando a noite, com um bom repertório, grandes canjas, enfim, elementos que estão fazendo da noite um sucesso.

Já confirmaram presença, mais uma vez, Kco, um dos fundadores da BCB, que gostou tanto do sábado passado, que vai se jogar de Natal (RN) para o Banquete de novo neste fim de semana. Pra quem não sabe, Kco é uma das melhores bases de blues com quem já tive o prazer de tocar. É ele o de chapéu na foto abaixo.

Outro que também confirmou presença é André Deco. Baixista, participou de sua primeira jam sábado passado e viciou. Já disse que vai de novo levando seu (baixo) Mutley.

Heudes Régis, o homem do pandeiro, também deve dar o ar da graça, além da galera que sempre aparece do nado. E assim, a lista de “jamzeiros” que se juntam a Black Cat Bone cresce, fazendo, como já disse várias vezes, de cada noite, única.

Se você ainda não foi, vá. A cada sábado, a tertúlia fica melhor.

Serviço:
O que? Sábados de Blues com a Black Cat Bone

Onde? Banquete Bar e Restaurante (Rua Capitão Lima, 195, Santo Amaro, quase em frente a TV Jornal)

Quando? Todos os sábados

Que horas? Sempre a partir das 21hsQuanto? R$ 2,00

Informações: 3423 9427

Putz...

Veja só: votação popular; votos da maioria! No prêmio Multishow 2010, foi eleito como melhor baixista o cara do Fresno. E depois disso você continua achando que o Brasil tem jeito?

Nossa! É mesmo...

Tem um candidato, creio que a deputado estadual, que, se gritar: "O avião...o avião" todo mundo vai achar que é o Tatoo, da Ilha da Fantasia. O supracitado é Amaury Pinto. Será que são do mesmo tamanho? ehehehehehehehehe

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Frases...


"Nunca, jamais diga o que sente. Por mais que doa, por mais que te faça feliz. Quando sentir algo muito forte, peça um drink." Caio F. Abreu (via Twitter)

Nossa! É mesmo...

Vocês já notaram o quanto a candidata do PT a presidência parece com a Mônica, do Maurício de Souza? Nunca gostei dela como dona da rua...




Perguntas inquietadoras



Da série perguntas que nos deixam perplexos ou sem respostas:




O que o guia eleitoral tem de "guia" (de fato)?

Maior festa no blues dos sábados...

Sei que sou suspeito pra falar, mas o blues dos sábados, no Banquete, tá cada vez melhor... Casa cheia, gente bonita, jams... muitas canjas maravilhosas fazem de cada noite única.
No último sábado, 21/08/10, tivemos a presença de Kco, um dos fundadores da BCB que abrilhantou mais a tertúlia. Fora Kco, tivemos a participação de André Deco (ex-Long Net Blues Band) que, pela primeira vez, entrou numa jam e gostou. Tanto que disse que vai voltar. Tivemos, também a presença de Heudes Régis (percursionista e fotógrafo nas horas vagas) que mostrou que o pandeiro cabe muito bem no blues... e não só no blues.
O pessoal da Let me Beatles apareceu por lá e também nos brindou com uma canja maravilhosa, que fez o deleite dos fãs do som dos 4 cavaleiros de Liverpool. As fotos ainda não chegaram, mas vocês podem ter noção do que foi vendo o vídeo da Let me Beatles tocando Lucy in the Sky with Diamonds, comigo no backing vocal e Heudes Régis no pandeiro.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Recomendo (filme)

Fazia tempo que não via um filme de terror bacaninha... produção nova, etc.

Garota é amaldiçoada por uma cigana que vai ser despejada porque a garota lhe negou um pedido de empréstimo.

O desenrolar da história é bem bacana e o final mais bacana ainda.

Sam Raimi (diretor de Evil Dead, melhor filme de terror de todos os tempos, na minha opinião) mostra que ainda sabe fazer a coisa.

R
ecomendo!

Alternativo? Cult? Chic? Tô fora...




Eu, definitivamente, não consigo compreender a galera cabeça e alternativos da cidade. Até bem pouco tempo atrás, o novo brega era um ritmo execrado, considerado de baixo nível e chulo. Coisa de classes menos abastadas, com pouca instrução, enfim, gente sem cultura.

Pra minha surpresa, o estilo está se tornando cult graças àqueles que, antes, esculhambavam o segmento. O mais comum hoje em dia, é ver as casas mais caras contratando bandas bregas e, o que é pior, lotadas.

Não defendo o brega. Pra mim, o povo que faz o novo brega viu na música um meio de subexistência e prostituiu o mercado, com bandas cobrando 50 reais pra se apresentar (e com essa grana, pagar meio mundo de componentes). O novo brega, na minha opinião, sempre foi chulo, de baixo nível (apesar de alguns músicos serem de alta qualidade, o que leva a outra reflexão: pra se fazer música, pelo menos em Pernambuco, é preciso se vender), ou seja, sem nada para oferecer.

O que cito é a falta de coerência entre os “antenados”. Até tentei incluir o brega na cultura Thrash, na coisa do “é tão ruim que é bom”, mas não consigo. Por mais engraçada que possa parecer na hora, uma música com duplo sentido não passa de uma piada contada várias vezes.

Então, como sempre faço, me mantenho longe de tudo o que possa ser alternativo, cult, chic, etc... Pelo menos assim, mantenho meus princípios.

Moda...


Moda? Não obrigado... fico com meus princípios...

sábado, 21 de agosto de 2010

Perguntas inquietadoras


Da série perguntas que nos deixam perplexos ou sem respostas:

Quando proibirem de vez as sacolas plásticas de supermercados, vou ter que comprar sacolas plásticas para colocar o lixo? (vi essa no Twitter)

Um dos fundadores da BCB no blues do sábado.


Hoje, 21/08/10, a partir das 21hs, o blues no Banquete vai ser especial. É que um dos fundadores da Black Cat Bone, Kco, vai nos brindar com sua presença, violão e gaitas. Kco é a melhor base de blues com quem eu já tive o prazer de tocar.

Junto com Rodrigo Morcego, é um dos responsáveis por eu ter decidido tocar blues, quando comecei a frequentar o finado (???) La Prensa, em Casa Forte, onde aos domingos, os dois, acompanhados de Pinto, Roberto Leite, Alexandre Machado , entre outros, formavam a Delta Blues e faziam a alegria da casa (bons tempos). Kco, que hoje mora em Natal, tá passando o fim de semana aqui, e vai lá no Banquete pra ver os amigos e matar a secura. Claro! Assim como quase todo mundo que toca, a secura é grande...

Então esperamos a todos lá no Banquete (rua Capitão Lima, 195, quase em frente a TV Jornal), a partir das 21hs. Informações: 3423 9427

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Well, well, well...


Nem sempre tô inspirado pra escrever. E quando isso acontece, prefiro não forçar. Escrever pelo simples fato de escrever não faz minha cabeça. Por isso, se você está seguindo este blog, lembre-se do significado de seu nome...

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Começou...


Putz... começou o guia eleitoral. Queria saber o quê de "guia" tem nele. Tem gente que acha que é ator/atriz; tem gente que acha que é inteligente; tem gente que jura que sabe ler; tem gente que acha que ainda vivemos uma ditadura; tem gente que não sabe nem o que dizer...

Na intenção de comover (isso realmente é necessário: comover?), tem partido fazendo novelinha, com estrutura de cinema, tornando mais dantesco o show de horrores natural que é o período em que os políticos "se voltam" para o povo... querendo sua simpatia e, claro (óbvio ululante), seu voto. Fenômeno que, para felicidade e tristeza simultâneos do povo, só ocorre de 4 em 4 anos.


Diante de tudo o que vi nesse primeiro dia de guia eleitoral, só posso afirmar que fiquei mais fã de Proudhon.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Confirmado. Tem blues no sábado



Confirmado: tem blues neste sábado, 14/08, no Banquete. Mais uma vez, eu e Bruno damos vida à Black Cat Bone, entoando mais e melhores blues a partir das 21hs. Sempre contando com participações mais que especiais.


Já deram canjas maravilhosas por lá Beto Kaiser (guitarrista), Cecília Meira (vocalista), Renato Ferraz (guitarrista da Let me Beatles), Miguel (Violão da Vates e Violas), Sérgio Liova (baixista), Giovani Papaleo (baterista da Uptown Band. E organizador do Oi Blues by Night), Marcos Toledo (jornalista e vocalista nas horas vagas), Catherine (vocalista), Michael (Projeto Violação), Ivan Jr (jornalista e músico quando o trabalho deixa), Gustavo Albuquerque (Tecladista que já tocou na Bluestamontes, Silent Moon, Monomotores), Débora Freire (Baterista da Chá Etílico Dançante), Cássio Curchatuz (Projeto Quanta Bossa), François Tardieux (guitarrista dos bons), Márcio "Demolidor" Carvalho (Dodge Band), Luiza Furtado (vocalista das boas...) entre outros nomes...

Espero vocês lá.


O que? Sábados de Blues com a Black Cat Bone
Onde? Banquete Bar e Restaurante (Rua Capitão Lima, 195, Santo Amaro, quase em frente a TV Jornal)
Quando? Todos os sábados
Que horas? Sempre a partir das 21hs
Quanto? R$ 2,00
Informações: 3423 9427

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Dodge Band - John the revelator (versão Dodge Band)

Black Cat Bone toca Me and the devil Blues

Antiga formação da Black Cat Bone (eu - violão; Cássio Curchatuz - vocal; Kco - violão e gaitas) tocando clássico de Robert Johnson

Sobre sábado, 14/08

Ainda não está definido se vai ou não haver o blues no sábado, 14/08, no Banquete. Estamos no aguardo do pessoal do bar. Eles continuam tentando ajustar as coisas com a prefeitura.

Continuo crendo que amanhã a gente tenha notícias e, assim, divulgo por aqui.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Blues dos sábados aguardando confirmação.


Devido a visita a Dircon, no último sábado, no Banquete, o blues do próximo dia 14/08 ainda não está confirmado.


Apesar da casa já ter solicitado a Prefeitura, todas as licenças necessárias desde que o bar abriu, a supracitada ainda não forneceu todas. O bar já está em contato com a mesma para que tudo fique em ordem.


Mais tardar amanhã, 12/08, a gente já deve ter a confirmação ou não do blues e aviso a todos.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Ser pai de menina

Ok, ok... é um comercial...
mas me ganhou pelo título e pelo conteúdo.
E como eu tenho uma filha...

Não alimentem os animais.


O povo fica rendendo essa história dos paulistas que querem expulsar os nordestinos do estado "deles"; que acusam os nordestinos de serem os motivos de todas as agrúrias do altivo povo paulistano.

Deixa "os mano" pô! Deixem que eles expulsem todos os nordestinos de lá. E eu ainda sugiro que, depois da limpeza étnica, cerquem todo o estado com uma grade, pra evitar que tentem voltar.

O problema é que, com certeza, os demais irão pendurar cartazes por toda a extensão da grade: "Não alimentem os animais". Eu colocaria!

Segunda-feira


Segundas são sempre segundas... e com chuva, então? São mais segundas ainda...

domingo, 8 de agosto de 2010

Resumão Black Cat Bone


Final de semana muito bom pra Black Cat Bone. Começamos na sexta, 06/08, tocando na abertura do Roteiro Blues, promovido pelo Recife Blues. Juro que não esperava tanto.

Primeiro porque choveu pacas e mesmo assim a casa (Burburinho) lotou. Vai entender... Segundo porque, como a BCB faz a linha acústico, pensei que não iria empolgar muito. Pra minha felicidade, me enganei. Foi muito bom... Noite inspirada. Até mesmo quando quebraram cordas dos dois violões (proeza de Bruno), a platéia se manteve "prestigiadora" e fez a percursão (batendo palmas) para um "teminha" de gaita feito na hora (que, mesmo que eu queira, sei que nunca vou conseguir repetir... ficou bem legal...). E ainda contamos com canjas de Enrico Machete, vulgo "Cobaia", e Alexandre Santiago. Muito bom mesmo.

Depois da apresentação, veio Rodrigo Morcego que acabou de tocar fogo no recinto. Blues de primeira. Ainda rolou canja com o Alado... show de bola.


No sábado, estreiamos no novo dia de blues do Banquete. Outro dia que começou sem muitas expectativas, No início, apenas duas mesas ocupadas... De uma hora pra outra, o bar começou a encher e lotou de maneira tal que a cerveja acabou. Gente animada e mais canjas: Sérgio Liova nos emprestou sua linha de baixo mais uma vez, Enrico Machete, vulgo "Cobaia" mais uma vez deu o ar da graça e, claro, canja com a BCB; fazendo uma percursão bacana, Débora Freire também nos brindou e Léo Falcão nos emprestou, mais um vez, sua voz. Canjas sempre animam o clima.

Tava tudo muito bom mas na última música chegou a Dircon, acompanhada da PM, mandando parar o som devido ao volume, segundo eles, alto. Não creio que estivesse mais alto do que todas as outras vezes em que tocamos (já a quase um ano), mas posso ter me enganado devido a empolgação. Bom... já ia parar mesmo... Mas nem isso quebrou o clima, muito legal, da noite. Basta saber agora se a tertúlia continua no próximo sábado. Assim que ficar sabendo, aviso.


Depois de duas noites como essas, só posso chegar a conclusão de que o povo começa a gostar do formato acústico do blues... que bom!

sábado, 7 de agosto de 2010

Hoje é dia de blues no Banquete.

Depois de tocar na estréia do Roteiro Blues, promovido pelo Recife Blues, numa noite de muito astral, eu e Bruno damos vida, mais uma vez, a Black Cat Bone, estreiando em novo dia no Banquete. Agora, o blues lá é nos sábados, a partir das 21hs. Bom é que ninguém tem que acordar cedo no outro dia (principalmente eu, eheheheh).

Espero todos por lá.

Serviço:
O que? Sábados de Blues com a Black Cat Bone
Onde? Banquete Bar e Restaurante (Rua Capitão Lima, 195, Santo Amaro, quase em frente a TV Jornal)
Quando? Todos os sábados
Quanto? R$ 2,00
Que horas? Sempre a partir das 21hs.
Informações: 3423 9427

É fato!




A prova de que todo prazer é castigado é a ressaca. Putz....!!!

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Vote? Vôte...


Depois do debate da Band, fico feliz em não ser brasileiro e não ter a obrigação de votar em nenhum dos candidatos das vez. O único problema é que vou ter que aguentar pelo menos um deles, por, pelo menos, 4 anos...

Pelo menos, essa culpa não vou carregar...

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Esperar... paciência...


Eu queria saber porque todo mundo acha que, pelo simples fato de ter gravado um CD, já pode se apresentar nos programas de televisão locais. Vocês não acreditariam no número de telefonemas que as emissoras recebem de novos “talentos”, com trabalho novo na praça, já se achando aptos a ficarem sob os holofotes.

Creio eu (opinião minha mesmo) que a facilidade de se gravar um CD hoje em dia (em qualquer PC você pode montar um estúdio de gravação), faz com que todo mundo ache que vai “estourar” assim que for pra TV. Ledo engano.

Como sempre foi na vida, uma banda/cantor/artista tem que, primeiro, fazer um nome, para depois se apresentar em rádios em TV’s. Porque seria diferente agora? Como se faz esse nome? Metendo a cara pro povo ver; fazendo shows; levando sua “arte” a todos os locais possíveis como forma de obter mais visibilidade. Se o trabalho agradar, pode ter certeza, você será chamado. Uma coisa que nunca entendi, mas é fato, novidades na televisão só dão audiência quando são muito boas ou muito ruins. O meio termo não dá audiência.

Pela última palestra que assisti, um único ponto no Ibope corresponde a 33.500 pessoas (valor para Pernambuco apenas). Todas as TVs e rádios comerciais vivem de audiência. Muita gente acha pouco cair um ponto. Mas pra emissora, é muito. Significa que quase 40 mil pessoas não gostaram do que viram/ouviram. E se cai um ponto, a atração que estava no momento, normalmente, tende a ficar queimada. Se cai mais de um ponto... vixe...

Por isso, um recado que eu dou para o mundo da música pernambucana: se apresentar numa TV antes da hora, pode ser catastrófico e decretar o fim de todo um trabalho que ainda ia começar...

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Dodge na oficina...


Para o povo que tem me perguntado pela Dodge, é o seguinte: a Dodge é uma banda com integrantes muito chiques. Márcio tava viajando, voltou, mas agora é a vez de Fred viajar. Ele vai pra Portugal, onde ele vivia, passar uns tempos e volta no final de agosto. Até lá, a Dodge fica de molho, na oficina. Eu que vou dar umas ensaiadas com Márcio, que agora, é o vocal.

O preço da estupidez...


Sabia que da primeira parada de ônibus da Caxangá, sentido cidade-subúrbio, até o Parque de Exposições do Cordeiro são 22 minutos de caminhada? E que da mesma parada até o Bompreço da Caxangá são 42 minutos andando? Até a entrada da av. Gal. Polidoro são 50 minutos? Pois é... sabe como eu sei de tudo isso? Descobri na prática hoje.

Saí do trabalho, de carona, massa... até a Real da Torre. Lá já peguei um bus pra CDU. Quando vou passar pela catraca, enfio a mão na bolsa e descubro que deixei a carteira no trabalho. Putz... Que merda!
Claro que o motorista me olhou torto quando fui descer na parada seguinte, pela porta dianteira. Inferno!!!
Tudo culpa de ter parado de fumar.

É que desde os 18 anos que visto o mesmo número. Agora, que fazem 341 dia sem fumar, dei uma engordada (coisa pouca... o suficiente pra me tirar a caracteristica de esquálido) e a carteira, que sempre ficou no bolso de trás da calça, sem nunca ser nem notada, agora incomoda. E eu chego no trabalho, tiro ela do bolso e, em vez de colocá-la na minha bolsa, não... coloco na gaveta. Já é a segunda vez que isso acontece em menos de 30 dias... Na primeira vez, voltei andando da Conde da Boa Vista até a TV... cerca de 14 minutos de caminhada, pra depois voltar pra mesma Conde da Boa Vista
.

Acho que depois do "Jogging" forçado de hoje aprendo. Agora uma coisa é fato: mais estúpido mas com mais fôlego. Eheheheheheheheheh!

domingo, 1 de agosto de 2010

Tragicômico


É engraçado... antigamente você podia dizer a classe social de um indivíduo tirando pela música ou estilo musical que a pessoa ouvia. Hoje não... Saí pra comprar Coca-cola e pirulitos com minha filha... chegando no posto, uma carrocinha daquelas que vende cd pirata, tocava no último volume sabe o que? Led Zeppelin 4! Isso mesmo... e não é que eu fiquei feliz? Normalmente você só escuta nessas carrocinhas o de mais podre que há na "música" nacional... Mas quem diria, né?

Quero dizer que não sou preconceituoso, apesar de ter começado falando de classes sociais. Não tenho nada contra nenhuma delas. Nem contra cor, credo, raça, etc. Mas devo confessar que tenho aversão a pessoas burras e sem educação. Entendam: inteligência e educação não estão diretamente ligadas a "absorção" de cultura por parte dos indivíduos. Inteligência você tem que praticar e educação você recebe (ou não) ao longo de sua vida. Uma pessoa pode ser inteligente e educada sem ter cultura. Mas as pessoas burras e sem educação, essas realmente me tiram do sério... prefiro ignorá-las... destratá-las sempre quando se dirigem a mim. Impondo minha "superiodade"? Não... nada disso... apenas me irrita, por exemplo, estar num ônibus e subir uma corja gritando, batendo nas paredes do veículo, entoando (bondade minha) músicas de qualidade reprovável... enfim, caos. Educação passou longe... e pode-se dizer que inteligência também, a partir do fato que eles podem incomodar alguém armado... aí já viu, né?

Burrice e falta de educação não estão atreladas a uma classe social. Essas duas "qualidades" estão disponíveis a qualquer classe... você as encontra em qualquer esfera social...

Voltando ao que comecei. Hoje não se distingue classe social pelo estilo musical. Você distingue intelecto; Q.I.

E, apesar de raro, real, as vezes seu intelecto indica sua classe social...

Black Cat Bone nesta sexta, 06/08/10.

Pois é queridas e queridos...

Nesta sexta, 06/08/10, eu e Bruno estaremos mais uma vez dando vida à Black Cat Bone. Desta vez, vamos destlar blues acústico no Burburinho na estréia do Roteiro Alternativo do Blues, organizado pelo Recife Blues (www.recifeblues.com.br).

Nós estaremos abrindo a noite que, logo após a BCB, vai ter a apresentação de Rodrigo Morcego e banda. Pra quem não conhece, Morcego é um dos virtuosos do blues pernambucano, com uma excelente performance de palco ("munganguento" até dar uma dor...).

No repertório da BCB, o de sempre: mais e melhores e blues, no formato acústico, executando as canções que incitam ao amor...

Há a possibilidade de Kco, um dos fundadores da BCB, nos lisonjear participando da tertúlia com seu violão e suas gaitas, o que é um grande motivo pra que ninguém perca a apresentação.

Então espero todos vocês no Burburinho nesta sexta, 06/08/10, a partir das 21hs (pra gente tomar umas antes de começar a brincadeira).